28 de maio de 2024

MPAC investiga suposto caso de líder religioso que orientou fieis a não se vacinaram contra Covid-19

Após repercussão de possível caso de três fiéis que estariam internados com Covid-19 em estado grave no Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) por não terem se vacinado por orientação de um líder religioso, o Ministério Público do Acre (MPAC) decidiu abrir uma investigação para apurar a situação.

Acerca disto, o promotor de Justiça Ocimar Sales Júnior falou que serão feitos exames de diligências para identificação das três pessoas internadas. Após isto, com o resultado positivo, serão expedidos ofícios à Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre) pedindo documentação das pessoas, que posteriormente, serão encaminhadas à Polícia Civil para instauração de inquérito policial.

O promotor disse também que é respeitada a liberdade religiosa, desde que não abusem de outros direitos protegidos pela Constituição.

“O MPAC considerou a relevância do poder da comunicação e de discursos religiosos, especialmente em razão dos seus efeitos sobre a realidade social e a persuasão do público, notadamente quando advindas de líderes com poder de influência sobre os fiéis, que têm efeitos para gerar danos concretos”, esclareceu o promotor à Agência de Notícias do MP.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost