32.3 C
Rio Branco
9 agosto 2022 11:07 am

Concurso INSS: aprovados devem ser nomeados em janeiro de 2023

Ministério da Economia prevê provimento dos aprovados no concurso INSS a partir de janeiro de 2023, indicando assim etapas ainda este ano

POR FOLHA DIRIGIDA

Última atualização em 18/07/2022 13:57

Com edital previsto para este ano, o concurso INSS pode ter suas provas realizadas também neste segundo semestre. Isso porque, segundo o Ministério da Economia, o provimento dos aprovados deve ocorrer já a partir de janeiro de 2023.

A previsão do Ministério da Economia antecipa a realização das etapas do concurso para técnicos. O mesmo, no entanto, não ocorre com a Receita Federal, que teve sua seleção autorizada no mesmo dia do Instituto Nacional do Seguro Social.

Conforme o Ministério da Economia, no caso dos aprovados no concurso da Receita Federal, o provimento das vagas está previsto para acontecer somente a partir de março de 2023. Ou seja, dois meses após o INSS.

Apesar da expectativa do ME, vale lembrar que o próximo concurso do Instituto terá mais uma etapa de seleção, sendo ela o curso de formação. A previsão foi dada pelo diretor de Gestão de Pessoas da autarquia, Jobson de Paiva, em entrevista ao professor Deodato Neto.

Segundo ele, a cobrança partiu do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), que deseja incluir esta etapa como forma de aperfeiçoar o ingresso de novos servidores.

“Nosso ministro quer mais qualificação nessa entrada, então sim, esse vai ser o primeiro concurso de técnico do INSS com curso de formação”, disse o diretor.

Cebraspe é a banca mais desejada pelos candidatos

O processo de escolha da banca do concurso INSS está em andamento. Para entender qual a empresa mais desejada pelos candidatos, Folha Dirigida fez uma enquete em seu perfil nas redes sociais.

Em 24 horas, 1.559 responderam à seguinte pergunta: Se você pudesse escolher uma banca para o concurso INSS, qual seria?

Do total, 631 (40%) desejam que o Cebraspe seja o escolhido. Logo em seguida, 420 pessoas (27%) disseram preferir a Fundação Getulio Vargas (FGV), enquanto 243 (16%) optaram pela Fundação Carlos Chagas (FCC).

Os outros 265 (17%) se dividiram entre diversas bancas, deixando suas opções nos comentários.

Vale lembrar que, nos últimos 20 anos, 70% dos concursos realizados pelo Instituto Nacional de Seguro Social foram organizados pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

De 1999 até o momento, apenas três seleções não tiveram a organização da banca, foram elas:

  • 2004: Cesgranrio;
  • 2011: Fundação Carlos Chagas (FCC); e
  • 2012: FunRio.

Já o Cebraspe ficou à frente dos concursos de 1999, 2000, 2003, 2007, 2009, 2010 e 2017. Desta forma, quem deseja se preparar para o concurso INSS pode iniciar os estudos com base nos editais publicados pela banca.

Com o processo de escolha da banca em andamento, o INSS espera escolher a empresa até agosto deste ano.

Conforme o aval do concurso, o edital deve ser publicado até dezembro. No entanto, com a expectativa de provimento a partir de janeiro, essa divulgação tende a ser antecipada.

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Instituto Nacional do Seguro Social
  • Cargos: técnico do seguro social
  • Vagas: 1.000
  • Requisitos: nível médio
  • Remuneração: aproximadamente R$6,5 mil
  • Banca: a definir
  • Previsão de edital: até dezembro de 2022

Concurso INSS 2022 será de nível médio

concurso INSS 2022 exigirá o nível médio dos candidatos. A confirmação foi dada por Jobson de Paiva, em entrevista ao professor Deodato Neto.

A confirmação do requisito para o próximo concurso veio em meio às negociações entre autarquia, sindicato e governo, para que o cargo de técnico do seguro social tenha o nível superior como requisito.

“Há um trabalho sendo feito pelo nosso ministro para transformar essa carreira em nível superior. Entretanto, no momento, o que há e como está colocado na Lei, é um cargo de nível médio. Então, tudo indica que não haveria tempo suficiente para alteração legislativa, por exemplo, e que continuará sendo um cargo, por ora, de nível médio“, afirmou Jobson de Paiva.

Ainda durante a entrevista, o diretor de Gestão de Pessoas do Instituto deu mais detalhes sobre a seleção, incluindo a realização de um curso de formação e a possibilidade de aplicação de uma redação.

Segundo ele, diferente das últimas seleções para a carreira, é possível que, neste concurso, seja aplicada uma redação.

“Há uma possibilidade, sim, da ideia de redação. É uma possibilidade, mas isso não está cravado”, revelou Jobson de Paiva.

Com a previsão de redação, os candidatos devem incluir os estudos para essa etapa em sua preparação. Apesar da novidade, as provas do concurso INSS, para o cargo de técnico, devem seguir o padrão aplicado em 2015.

“Em relação às matérias, são muito atuais as do último edital, sendo Direito Previdenciário o foco do INSS”, revelou Jobson de Paiva.

Neste caso, a parte de Conhecimentos Gerais deve contar com perguntas de Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional e Administrativo, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Noções de Informática.

Já a prova objetiva específica para a carreira tende a abordar a área de Seguridade Social, com destaque para a disciplina de Direito Previdenciário.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.