23.4 C
Rio Branco
15 agosto 2022 7:12 am

Grupo de facção é condenado a mais de 70 anos no AC por tentativa de homicídio

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 29/07/2022 15:21

Quatro acusados na prática de uma tentativa de assassinato, ocorrida em 2020 na cidade de Sena Madureira, foram condenados pela justiça nesta quinta-feira (28). Somadas, as penas ultrapassam os 76 anos de prisão.

O crime aconteceu no Bairro Praia do Amarílio e teve como vítima Josemir Mendes de Souza, alvejado por disparos de arma de fogo. O quarteto também respondeu por integrar facção criminosa.

Os acusados são: Joab da Silva Gadelha, Aristony dos Santos Rodrigues, Pedro Sombra Barros e Cleildo Andrade de Souza.

De acordo com a denúncia, no dia 5 de outubro de 2020, por volta das 18 horas, na Rua Sargento Souza, Bairro Praia do Amarílio, em Sena Madureira, os denunciados, previamente ajustados e em unidade de desígnios, agindo com evidente vontade de matar, por motivo torpe – recurso que dificultou a defesa da vítima -, utilizando-se de arma de fogo, deram início a ação de ceifar a vida da vítima Josemir Mendes de Souza, não obtendo êxito em suas intenções por circunstâncias alheias às suas vontades.

A peça acusatória descreve que, nas mesmas circunstâncias do fato já relatado, os denunciados promoviam, constituíam, financiavam ou integravam organização criminosa denominada “Bonde dos 13”.

CONFIRA A PENA DE CADA UM

Joab da Silva Gadelha: 14 anos, 4 meses e 20 dias
Aristony dos Santos Rodrigues: 16 anos, 10 meses e 13 dias
Pedro Sombra Barros: 21 anos, 01 mês e 20 dias
Cleildo Andrade de Souza: 24 anos, 3 meses e 16 dias

Na sentença, o juiz Fábio Farias determinou que as penas sejam cumpridas inicialmente em regime fechado, negando aos réus o direito de recorrer em liberdade.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.