12 de junho de 2024

Enem: após imagem da prova vazar, PF faz diligências no DF e em PE

Candidatos inscritos no Enem fizeram, neste domingo (5/11), provas de linguagens, ciências humanas e redação

Foto colorida dos alunos do DF chegando para o Enem - Metrópoles

Hugo Barreto/Metrópoles

Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi aplicado em todo o país neste domingo (5/11). De acordo com o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), são 3,9 milhões de candidatos inscritos para fazer a prova.

Em coletiva durante a noite, o ministro da Educação, Camilo Santana, deu mais informações sobre a ação da Polícia Federal (PF) depois da divulgação de fotos da prova – durante o horário do exame – com o que seria uma página da prova. De acordo com o titular do MEC, a PF já realizou duas diligências: uma em Pernambuco e outra no Distrito Federal.

“A polícia está engajada para identificar, fazer toda a investigação e poderá fazer outras diligências nas próximas horas para a gente identificar a divulgação dessas fotos após o início da aplicação das provas”, afirmou Camilo.

A abstenção neste primeiro dia de exame foi de 28,1%.

A imagem em questão revela a página com o tema da redação do Enem 2023: “Desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil”. A foto mostra ainda os texto de apoio que acompanham a etapa da prova.

Imagem colorida de página da redação do Enem - MEtrópoles

Reprodução/Redes Sociais

Não está claro se a imagem foi capturada antes ou durante a aplicação da prova, que teve início a partir 13h30 no horário de Brasília. No entanto, a divulgação ocorreu durante a realização do exame, segundo o Inep. Conforme as regras do Enem, os participantes não podem utilizar smartphones ou qualquer outro dispositivo eletrônico durante a prova.

Segundo a assessoria de comunicação do Inep, sempre que o instituto é informado sobre possíveis vazamentos ou violações das provas, a Polícia Federal é acionada para conduzir investigações.

Provas e redação

Neste domingo, foram aplicadas duas provas, com 45 questões objetivas cada, além da redação com tema “Desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil”. As provas são de linguagens, códigos e suas tecnologias; e ciências humanas e suas tecnologias. Dentro da prova de linguagens, o participante responde também questões de língua estrangeira: inglês ou espanhol.

Os participantes tiveram até cinco horas e trinta minutos para resolver as questões. Os portões dos locais de prova abriram às 12h e fecharam às 13h. As provas começaram às 13h30 e se encerram às 19h, no horário de Brasília.

As provas de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias serão aplicadas no próximo domingo, 12 de novembro. A divulgação do gabarito do Enem está prevista para 24 de novembro, com resultados oficiais em 16 de janeiro de 2024.

De acordo com o Inep, 61% dos inscritos para o Enem são mulheres (2.411.061 pessoas) e 39% homens (1.522.931 do total). A maior parte dos candidatos já concluiu o ensino médio (48,17%). Logo atrás, vem os que estão cursando o terceiro ano em 2023 (35,61%) e os que estão cursando o ensino médio, mas não concluem em 2023 (15,76%). Há ainda um pequeno grupo que não está nem cursando o ensino médio, nem o concluiu (0,46%).

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost