21 de fevereiro de 2024

Homem morto na mata levou tiro do próprio primo que foi caçar por não ter comida em casa

O pai da vítima, que também estava na caçada, confirmou a versão do autor na delegacia

O incidente que matou Isaías Pinheiro Ribeiro, de 22 anos, durante uma caçada na última segunda-feira (27) foi causado por um tiro disparado por seu próprio primo, de 55 anos, que não teve o nome revelado. Ele relatou está sem comida em casa e por isso saiu para caçar.

O caso aconteceu na comunidade Primavera, localizada em Marechal Thaumaturgo. O primo de Isaías se apresentou na delegacia do município e alegou que estava sem comida em casa, então decidiu sair para caçar com seus compadres e primos. Ele informou, ainda, que a arma é registrada.

O homem teve a arma apreendida e foi liberado após prestar depoimento/ Foto: Reprodução

Segundo o homem, ele entrou na mata cerca de 20 minutos antes dos outros e, ao perceber uma movimentação na vegetação, acreditou se tratar de um animal, então disparou um tiro.

Ao conferir o alvo acertado, descobriu se tratar de seu primo, Isaias. Ele socorreu a vítima, levando-a até a unidade mista de saúde do município, mas o rapaz já chegou sem vida. O pai da vítima, que também estava na caçada, confirmou a versão do autor na delegacia.

SAIBA MAIS: Homem confunde amigo com animal e o mata durante caçada no interior do Acre

Foi instaurado um inquérito por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Marcílio Laurentino, o autor agiu sob erro de tipo, quando imagina uma situação diferente da realidade. O homem teve a arma apreendida e foi liberado após prestar depoimento.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil e o autor poderá ter isenção de pena por parte do Judiciário, que analisará toda a situação.

Com informações Juruá Comunicação.

PUBLICIDADE