21 de abril de 2024

Epidemia de dengue no Acre e em outros estados faz EUA emitir alerta; entenda o motivo

O governo do Estado decretou situação de emergência por conta da doença no dia 07 de janeiro, em uma edição extra do Diário Oficial do Acre

Nesta quarta-feira (21), o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) emitiu um alerta de saúde de viagens para o Brasil por conta do surto de Dengue e Febre Oropouche.

“Ações a serem tomadas: Verifique o site do CDC para mais informações sobre saúde enquanto viaja para o Brasil; procure assistência médica se tiver algum sintoma que cause preocupação”, diz a nota.

Numa escala de 1 a 4, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos classifica as doenças em 1 – “praticar as precauções usuais” – evitando picadas de mosquitos.

No Acre, a dengue já pode ser considerada uma epidemia de acordo com o Ministério da Saúde/Reprodução

Já em uma escala de 1 a 5 de aconselhamento de viagem, o Brasil é classificado em nível 2 pelo governo americano, sugerindo aos viajantes que “exerçam cautela reforçada”.

No Acre, a dengue já pode ser considerada uma epidemia de acordo com o Ministério da Saúde. O estado tem a terceira maior incidência da doença no país.

VEJA MAIS: Com epidemia no Acre, Ministério da Saúde diz que casos de dengue devem aumentar em março

O governo do Estado decretou situação de emergência por conta da doença no dia 07 de janeiro, em uma edição extra do Diário Oficial do Acre. Só no último mês, houve um crescimento de 106,6% nos casos da doença. O decreto é válido por 90 dias.

Dados do Painel de Monitoramento das Arboviroses do Ministério da Saúde revelam que o estado do Acre teve o segundo maior crescimento no número de casos de dengue do país no ano de 2023, quando comparado ao ano anterior, 2022.

De acordo com os dados, entre as Semanas Epidemiológicas (SE) 1 a 48 de 2023, foram notificados 5.445 casos prováveis de Dengue no Acre, que representa um aumento de 106,6% em relação ao mesmo período de 2022, tendo sido confirmados 3.755, dos quais 29 apresentaram sinais de alarme e 2 foram classificados como Dengue Grave.

Mais de 10 mil casos em 2024

Só em 2024, de acordo com o Observatório da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), o Acre registrou mais de 10 mil notificações de dengue. Desse valor total, 9.510 foram registrado somente em janeiro.  Além disso, de todos os casos registrados no Acre entre janeiro e fevereiro, 4.957 foram notificados em Rio Branco e, outros 1.457, em Cruzeiro do Sul.

ENTENDA: Com mais de 10 mil casos em 2024, Acre já vive epidemia da dengue, diz Ministério da Saúde

Oropouche

Um novo levantamento da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) revela que o estado do Acre já tem 63 casos confirmados de infecções pelos vírus Oropouche e Mayaro até o dia 21 de dezembro.

Seus transmissores na natureza são os mosquitos como Aedes serratus (Pará) e Coquillettidia venezuelensis (Trinidad)/Foto: Reprodução

CONFIRA MAIS: Dez cidades do Acre já têm casos de Oropouche e Mayaro; número de infectados passa de 60

A febre Oropouche é uma arbovirose, transmitida por mosquitos, tendo como principal transmissor o Culicoides paraenis, e tem sintomas parecidos com o da dengue. Após uma incubação entre quatro e oito dias, os sintomas são da febre Oropouche são febre alta, dor de cabeça, dor nas articulações, mialgia, calafrios, náuseas, vômitos e erupção cutânea. Os sintomas duram de 5 a 7 dias.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost