21 de abril de 2024

Jovem de 24 anos é baleado por criminosos, tenta se salvar, mas cai dentro de córrego e morre

A equipe de reportagem do ContilNet conversou com a mãe da vítima, identificada como Edilene Alves. Ela relatou que seu filho tinha envolvimento com facção criminosa

O homicídio teria ocorrido por volta de uma hora da madrugada deste sábado (17), na Rua Progresso, no bairro Baixada do Habitasa, em Rio Branco (AC).

Segundo informações de testemunhas, dois homens chegaram em uma motocicleta de cor preta, no início da madrugada, pararam em frente ao apartamento onde a vítima morava e o chamaram várias vezes. Um amigo da vítima ainda chegou a pedir para que ele não saísse, porém, um dos criminosos falou que se ele não fosse até o portão eles iriam entrar. Nesse momento, Wesmaile (a vítima, de 24 anos) resolveu sair, e assim que chegou ao portão, um dos criminosos sacou uma arma de fogo e efetuou diversos disparos em direção a ele. Em seguida, os criminosos fugiram tomando rumo ignorado.

A polícia foi acionada/Foto: ContilNet

Mesmo ferido, Wesmaile conseguiu correr, porém, devido aos graves ferimentos, caiu em um córrego ao lado da sua residência.

A equipe de reportagem do ContilNet conversou com a mãe da vítima, identificada como Edilene Alves. Ela relatou que seu filho tinha envolvimento com facção criminosa.

O corpo foi encontrado dentro de um córrego ao lado da casa da vítima/Foto: ContilNet

“Ele já foi preso várias vezes, eu estava afastada dele porque nunca aceitei essa vida de crime que ele vivia”, disse a mãe de Wesmaile.

Populares começaram as buscas pela vítima, e por volta das 06h30 encontraram o rapaz caído, dentro de um córrego.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi informado, enviando imediatamente a ambulância de suporte avançado para atender a ocorrência, porém, quando a equipe médica chegou ao local, nada mais podia ser feito. A médica plantonista do Samu, Dra. Letícia Pussi, disse que o rapaz foi ferido com disparo na região do tórax e que, infelizmente, já estava sem vida.

A Polícia Militar foi informada, militares do primeiro batalhão estiveram no local, fizeram o isolamento do perímetro, conversaram com testemunhas e, em seguida, informaram ao Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM) sobre o ocorrido.

O IML levou o corpo para a sede do órgão, onde será periciado/Foto: ContilNet

Policiais civis da Equipe de Pronto Emprego (EPE) estiveram na cena do crime, conversaram com testemunhas, colheram informações para a elaboração do relatório que será encaminhado para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que ficará responsável pela investigação.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado e policiais civis, por meio da perícia criminal, foram ao local, realizaram todos os procedimentos periciais e recolheram o corpo da vítima para o IML para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para o sepultamento.

VEJA O VÍDEO:

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost