21 de abril de 2024

Rio Acre apresenta vazante em Assis Brasil e continua subindo em Brasiléia; veja as medições

Em Assis Brasil, mais de 370 pessoas tiveram que deixar suas casas em virtude da cheia do rio

O monitoramento do Rio Acre tem sido feito de forma intensa nos municípios afetados por sua subida repentina. No Acre, as primeiras cidades a serem atingidas pelas águas do afluente foram Assis Brasil e Brasiléia, que já registram famílias desalojadas desde a última quinta-feira (22).

Imagens aéreas do Rio Acre em Epitaciolândia/ Foto: Edson Júnior/ Prefeitura de Epitaciolândia

Em Assis Brasil, cidade que faz fronteira com Iñapari, o Rio Acre começou a dar sinais de vazante no final da manhã desta sexta-feira (23). O Corpo de Bombeiros está fazendo a medição a cada hora. Após chegar à marca de 11,56 metros na medição das 21h da sexta-feira, o rio começou a baixar lentamente. Já na última medição, feita às 13h, o afluente baixou seis centímetros, registrando 11,45m.

A cota de alerta em Assis Brasil é de 11 metros, e já foi ultrapassada, já a cota de transbordamento é de 12,40 metros. Mais de 370 pessoas tiveram que deixar suas casas em virtude da cheia do rio.

Brasiléia e Epitaciolândia

Já em Brasiléia e Epitaciolândia, o Rio Acre continua subindo, e na última medição, feita às 13h, o afluente marcou 11,19 metros, ficando a 21 centímetros da cota de transbordamento, que é de 11,40m.

O afluente apresentou uma redução na velocidade de subida, na medição das 12h, o rio subiu oito centímetros em uma hora. Já na medição das 13h, a subida foi de quatro centímetros, com relação à anterior.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost