28 de maio de 2024

Acre registra o pior índice de emprego para jovens na região Norte, aponta levantamento do PNAD

Pesquisa compreende jovens com idades entre 15 e 29 anos

Dados divulgados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio do IBGE (PNAD/Contínua), referentes ao 4º trimestre de 2023, revelaram uma realidade preocupante para os jovens acreanos. O estado do Acre apresentou o menor índice de ocupação entre os jovens com idades entre 15 e 29 anos em toda a região Norte do país.

Foto: Pedro Vital/TechTudo

De acordo com os números fornecidos pela pesquisa, apenas 34,47% dos jovens nessa faixa etária no Acre estão atualmente empregados. O índice alarmante coloca o estado em uma situação desfavorável em comparação com outras regiões da Amazônia. Considerando a população jovem residente no Acre, que totaliza 84.275 pessoas, a falta de oportunidades de trabalho se destaca como um desafio significativo.

Ao analisar o cenário do mercado de trabalho na região, destaca-se o estado do Tocantins, que apresenta a maior proporção de jovens ocupados. Com 220.248 pessoas entre 15 e 29 anos desempenhando alguma atividade remunerada, esse contingente representa 56,25% da população residente total do estado.

Rondônia figura em segundo lugar, com 53,79% dos jovens ocupados. Neste estado, dos 428.091 jovens residentes, 230.271 estão inseridos no mercado de trabalho. O Pará ocupa a terceira posição, com um percentual de ocupação que se destaca na região Norte, segundo os dados da PNAD.

Um aspecto preocupante dos números apresentados pela pesquisa é a disparidade de gênero no acesso ao emprego. Enquanto 63,22% dos homens jovens no Acre estão empregados, apenas 36,78% das mulheres conseguiram inserção no mercado de trabalho.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost