28 de maio de 2024

Após recurso, acusado por assassinato de jogador de futebol tem condenação mantida pela Justiça do Acre

O crime aconteceu na Rua Tabosa, no conjunto habitacional Cabreúva, região da Sobral

Wandresson Tavares, condenado pelo assassinato do jogador da base do Vasco, em Rio Branco, Ygor Santos, ocorrido em 28 de março de 2022 teve sua condenação mantida em segunda instância pela Justiça do Acre.

A defesa de Wandresson entrou com recurso pedindo anulação da condenação, sob alegação de que a decisão do Conselho de Sentença foi contrária as provas do processo. O réu foi condenado em novembro do ano passado a 37 anos, um mês e sete dias de prisão pelo assassinato de Ygor. Além de integrar organização criminosa.

À esquerda Wandresson Tavares e à direita, a vítima Ygor Santos/ Foto: Reprodução

A decisão de manter a sentença foi dos desembargadores que compõem a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado, tendo como relator o desembargador Elcio Sabo.

Relembre o caso

O crime aconteceu na Rua Tabosa, no conjunto habitacional Cabreúva, região da Sobral. De acordo com a investigação, Ygor teria ido deixar a tia na região e, na volta, foi seguido por criminosos.

SAIBA MAIS: Homem é perseguido e morto a tiros na Baixada da Sobral; polícia atribui à guerra entre facções

Dois homens em outras duas motocicletas perseguiram e interceptaram a vítima que acabou caindo da própria moto. Os criminosos desceram e, dispararam várias vezes contra Ygor, que morreu no local. Após a ação, os assassinos fugiram da cena do crime.

A investigação revelou que a vítima foi morto porque entrou em uma área dominada por uma facção.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost