24 de maio de 2024

Eclipse solar ao vivo: assista ao fenômeno raro na América do Norte

Evento não poderá ser acompanhado no céu do Brasil, mas é possível ver pela internet

eclipse solar total que acontece nesta segunda, dia 8 de abril, poderá ser visto em países da América do Norte e, parcialmente, na Europa. Apesar de não haver possibilidade em assistir do Brasil, espectadores curiosos pelo evento astronômico podem acompanhar através das redes sociais e canais oficiais da Nasa, a agência espacial norte-americana. A transmissão começa às 14h (horário de Brasília), mas o eclipse ocorrerá a partir das 15h07 na costa do Pacífico do México.

Quando acontece o eclipse solar total de 8 de abril?

O fenômeno terá início no Oceano Pacífico Sul e cruzará a América do Norte, passando pelo México, Estados Unidos e Canadá. O eclipse começará na costa do Pacífico do país latino por volta das 15h07 — horário de Brasília —, antes de entrar no Texas (EUA).

O que é o eclipse solar?

O eclipse solar ocorre quando a Lua se posiciona à frente da Terra e do Sol, bloqueando os raios solares, diz Rodrigo Negreiros, professor do Departamento de Física da UFF (Universidade Federal Fluminense). O movimento, entretanto, ocorre todos os meses em razão da órbita da Terra. O evento astronômico, como o que ocorrerá na América do Norte, acontece porque a Lua cruza o plano da órbita da Terra.

Os tipos de eclipse solar — Foto: Arte O GLOBO

Os tipos de eclipse solar — Foto: Arte O GLOBO

Qual o horário e data do eclipse solar?

O evento astronômico poderá ser visto na próxima segunda-feira, dia 8 de abril, a partir das 15h07 no horário de Brasília. A primeira região que poderá acompanhar a ocorrência do fenômeno, nesse primeiro momento, é a costa do Pacífico do México, de acordo com a Nasa. Depois, o eclipse já vai ser visto no Texas, estado ao sul dos Estados Unidos. No Canadá, o evento astronômico poderá ser assistido por volta das 16h16.

De onde poderá ser visto o eclipse solar?

O eclipse que vai acontecer poderá ser visto, caso as condições climáticas sejam favoráveis, apenas por pessoas em países da América do Norte (Canadá, Estados Unidos e México). Em alguns lugares da Europa, o evento astronômico também poderá ser acompanhado, parcialmente.

O trajeto do eclipse solar total — Foto: Arte O GLOBO

O trajeto do eclipse solar total — Foto: Arte O GLOBO

Quem não está na rota do eclipse, poderá acompanhar a transmissão do evento por meio das redes sociais da Nasa. Com fotógrafos posicionados ao longo de todo o caminho do fenômeno, a agência espacial espera contar com mais de 90 minutos de imagens para fazer a análise científica. O projeto já selecionou e enviou suportes de rastreamento para mais de 70 pessoas que estarão posicionadas ao longo do caminho do eclipse nos Estados Unidos e no México.

Quando foi o último eclipse solar?

No Brasil, o último eclipse solar total que pôde ser visto aconteceu aconteceu em 1994, ou seja, há 20 anos. Pessoas de quase todo o país puderam acompanhar a ocorrência deste evento astronômico.

No ano passado, em 14 de outubro de 2023, espectadores brasileiros também puderam acompanhar um eclipse solar — mas neste caso, ele ocorreu parcialmente, na forma anular, quando “o Sol não fica totalmente encoberto pela Lua, restando apenas um anel visível do disco solar”, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost