26 de maio de 2024

Fábio Porchat ironiza o caso de cadáver em banco e gera revolta

Na ocasião, o apresentador do 'Que História é essa', reproduziu o caso com uma convidada da plateia

O humorista Fábio Porchat está sendo detonado nas redes sociais, nesta quinta-feira (18), após ironizar, ao vivo, no Encontro, o caso do idoso que foi levado morto em uma cadeira de rodas pela prima, em um banco, nesta semana, no Rio.

Na ocasião, o apresentador do ‘Que História é essa’, reproduziu o caso com uma convidada da plateia. No momento, a mulher finge estar morta, enquanto Fábio Porchat faz a brincadeira.

Contudo, na web, internautas detonaram a postura do comediante diante de um assunto tão grave.

“Ridículo como a maioria das coisas que ele faz. Mas. É um homem branco e rico né, o resto vocês já sabem”, disparou um seguidor. “Esse cara não respeitou a Cristo vai respeitar pessoas?”, relembrou outra internauta.

(crédito: Reprodução Globo)

Relembre o crime

Uma mulher foi presa após tentar sacar um empréstimo em uma agência bancária, no Rio de Janeiro, acompanhada de um idoso morto, na última terça-feira (16).

 Novas imagens de circuitos de segurança mostram que Érika de Souza Vieira Nunes, 43 anos, circulou por outros lugares com o aposentado Paulo Roberto Braga, 68 anos, antes de ser denunciada à polícia.

O laudo de necropsia realizado pelo Instituto Médico Legal conclui que Paulo Braga morreu entre 11h30 e 14h30 de terça-feira (16/4). A causa da morte foi broncoaspiração do conteúdo estomacal e falência cardíaca.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost