26 de maio de 2024

Facção teria gastado R$ 500 mil para realizar rebelião em presídio do Acre; entenda

A polícia segue investigando para saber onde está o dinheiro pago pelo grupo criminoso aos policiais penais

Os investigadores da polícia acreditam que um montante que gira em torno dos R$ 500 mil teria sido investido por parte de facção criminosa para a realização da rebelião no presídio de segurança máxima Antônio Amaro.

De acordo com o jornal A Tribuna, o plano envolveria, além da fuga do local, o assassinato de lideranças de uma facção rival, que estaria confinada no mesmo pavilhão onde ocorreu a revolta.

As contas bancárias dos policiais penais envolvidos no caso ainda serão investigadas/Foto: Reprodução

As contas bancárias dos policiais penais envolvidos no caso ainda serão investigadas a fim de rastrear para onde o dinheiro pago pelo grupo criminoso teria ido.

Ainda segundo o jornal, em maio de 2023, comerciantes de Cruzeiro do Sul viviam aterrorizados com a onda de assaltos, planejados por uma organização criminosa, “que queria levantar dinheiro para patrocinar a fuga das lideranças da facção que estavam presas em Rio Branco. Foi esse dinheiro que patrocinou ou foi o responsável pela rebelião do dia 26 de julho do ano passado, quando cinco presos foram mortos, três deles decapitados”, disse o jornal.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost