26 de maio de 2024

Suspeitos de ajudarem acreanos fugitivos de Mossoró são soltos após decisão da justiça

Em entrevista, ele confessou ter dado apoio aos fugitivos

Quatro pessoas que foram presas durante as buscas pelos acreanos que fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró foram soltas por decisão da Justiça Federal. Os acreanos Rogério Mendonça e Deibson Cabral fugiram da prisão de segurança máxima no dia 14 de fevereiro e foram recapturados no último dia 4, no Pará, a 1.600 km da penitenciária.

Os acreanos foram capturados/Foto: Reprodução

Segundo a 8ª Vara da Justiça Federal em Mossoró, o juiz revogou a prisão preventiva de quatro pessoas e expediu contramandados, que é a suspensão do mandado anterior, para outras duas que estavam foragidas.

Entre os suspeitos liberados, estaria um homem que, segundo a polícia, teria ido ao Ceará e voltado com um carro, deixado em Baraúna, para ajudar os acreanos. Outro suspeito solto seria um mecânico. Ambos foram indiciados pela Polícia Federal.

Em entrevista, ele confessou ter dado apoio aos fugitivos. “Estávamos eu, minha esposa e meu menino pequeno. Quando eram umas 11 para 12 horas, a gente estava quase dormindo e quando demos fé, invadiram a porta, entraram para dentro e pegaram eu e minha esposa. Eles disseram que se a gente não fizesse o que eles me mandassem, eles iam matar eu, matar minha família. Aí eu fui obrigado a ficar assim”, detalhou o homem em entrevista ao Fantástico.

Os outros investigados liberados da prisão seriam um homem de 31 anos. Ele foi preso no dia 8 de março em Fortaleza (CE). O outro suspeito, de 25 anos, foi detido em uma pousada da cidade no dia 1º de abril.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost