17 de junho de 2024

Câmara terá mais 4 vagas em 2025; saiba quais partidos mais disputam cadeiras

Na capital acreana pelo menos quatro partidos entrarão nesta eleição com 22 pré-candidatos

Com a proximidade das eleições municipais, e as chapas de pré-candidatos a vereadores já fechadas, algumas siglas lideram com maior volume de nomes almejando uma das cadeiras na Câmara dos Vereadores na capital acreana, Rio Branco.

Com a aprovação da Proposta de Emenda à Lei Orgânica que altera o artigo 28, em 2023, ficou definido que o número de vereadores da Câmara Municipal de Rio Branco sairá de 17 para 21 a partir da próxima legislatura, que iniciará em 1º de janeiro de 2025.

Sede da Câmara dos Vereadores de Rio Branco/ Foto: ContilNet

A legislação estabelece o limite máximo de 23 vereadores para os municípios com população superior a 300 mil habitantes e inferior a 450 mil. Com a aprovação da nova lei, a Câmara de Rio Branco ganhará mais quatro cadeiras. Todos os 17 atuais vereadores da capital acreana tentarão a reeleição.

Partidos com maior volume

Na capital acreana pelo menos quatro partidos entrarão nesta eleição com 22 pré-candidatos a buscando uma cadeira na Câmara, são eles, o Partido Progressista (PP), Partido Liberal (PL), e União Brasil, todos de direita e da base do prefeito Tião Bocalom, que estará disputando a reeleição.

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB), de Flaviano Melo e Marcus Alexandre, concorrente do atual prefeito de Rio Branco, também entra na disputa com uma chapa completa de vereadores, buscando garantir as cadeiras na Casa Legislativa.

Base de Bocalom

O prefeito de Rio Branco, além de tentar sua reeleição para um segundo mandato, terá uma base de vereadores tentando se reeleger, entre eles, seu líder na Câmara, João Marcos Luz (PL).

Dos 17 vereadores, o prefeito conta com 14 em sua base, mostrando a solidez de sua gestão junto à Casa Legislativa. Bocalom, que se filiou ao PL, tem ainda, o apoio do União Brasil, que conta o nome do senador Marcio Bittar.

O apoio confirmado do governador Gladson Cameli (PP) à pré-candidatura de Bocalom à prefeitura faz com que o Progressistas volte a se firmar na base do então prefeito.

Em entrevista ao ContilNet,  o prefeito afirmou que espera que pelo menos 80% da sua base na Câmara Municipal se reeleja.

“Eu acredito que pelo menos 80% dos vereadores da base possam se reeleger, pois estão fazendo um bom trabalho junto com a gente, apoiando nossa gestão. E a população está vendo isso”, disse o líder do Executivo Municipal.

Buscando fortalecer ainda  mais a base do prefeito, há pelo menos três de seus ex-secretários confirmados como pré-candidatos, são eles:

Joabe Lira – ex-secretário municipal de Cuidados com a Cidade

Cláudio Falcão – ex-coordenador da Defesa Civil

Sheila Andrade – ex-secretária municipal de Saúde

Bocalom acredita que pelo somente o União Brasil e o PL devem eleger mais de 10 vereadores.

“Antes a câmara tinha 17 vagas e agora são 21, quatro vagas a mais. Eu acredito que vamos ter uma base ainda mais forte e sólida, pois nossos partidos, o PL e o União Brasil, acho que vão eleger 10 ou mais. Isso vai mostrar a força da nossa base”, ressaltou.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost