Justiça mantém canal de Monark desmonetizado por fala sobre nazismo

Blogueiro Monark defendeu em vídeo a legalização de partido nazista no Brasil; discurso “estimula ódio”, afirmou desembargador

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) manteve na quinta-feira (9/5) a desmonetização imposta pelo YouTube ao canal do blogueiro Bruno Aiub, o Monark.

O canal está desmonetizado há dois anos, desde que Monark defendeu em um vídeo a legalização de um partido nazista no Brasil, o que é ilegal.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost