17 de junho de 2024

Operação conjunta combate extração ilegal de ouro no Rio Madeira

Mais uma etapa visa combater a extração ilegal de ouro e proteger o meio ambiente

A Polícia Federal, em parceria com o Ibama, deu prosseguimento à Operação Febre do Fogo, desta vez concentrando esforços na região de Humaitá, sul do estado do Amazonas, às margens do Rio Madeira. A ação ocorreu nos dias 14 e 15 de maio, com o objetivo de prevenir e reprimir infrações ambientais e a usurpação de bens da União.

O foco da operação foi direcionado novamente às dragas, balsas e outros equipamentos utilizados na extração ilegal de ouro do leito do Rio Madeira, sem autorização dos órgãos competentes. Em dois dias de operação, foram inutilizadas 86 embarcações que realizavam atividades predatórias ao meio ambiente.

Essa prática ilegal não apenas degrada o meio ambiente, mas também representa um sério risco à saúde pública, devido ao uso indiscriminado de mercúrio na extração do ouro, impactando negativamente a fauna, a flora e a saúde humana, como já comprovado cientificamente.

Foto: Polícia Federal do Acre de Rondônia

A operação mobilizou recursos consideráveis, incluindo embarcações táticas, 22 policiais federais, servidores do Ibama e o Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal (GPI), responsável por garantir a segurança da ação e impedir qualquer resistência por parte dos envolvidos nas atividades ilegais.

A Polícia Federal e os demais órgãos envolvidos permanecerão atuando na região, com o objetivo de proteger o meio ambiente e responsabilizar legalmente aqueles que insistem em extrair recursos naturais de maneira irregular. A intensificação da Operação Febre do Fogo demonstra o compromisso das autoridades em combater a degradação ambiental e preservar os recursos naturais da região.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost