Três adolescentes fogem de centro socioeducativo usando escadas em Brasileia

Fuga ocorreu na noite desta segunda (2) e menores cobriram cerca elétrica com cobertor

Três adolescentes, entre 16 e 17 anos, fugiram do Centro Socioeducativo de Brasileia, no interior do Acre, na noite desta segunda-feira (2), no município de Brasileia. O unidade foi inaugurada a menos de um mês. Ao G1, o diretor do Instituto Socioeducativo do Acre, Rafael Almeida, disse que o trio deslocou uma barra de ferro da cela em que estava e conseguiu sair usando duas escadas para subir no muro e fugir. Os menores também usaram um cobertor para cobrir a cerca elétrica.

As escadas, segundo Almeida, foram deixadas nos fundos da unidade por uma equipe que fazia a manutenção da cerca elétrica. O grupo deveria retornar nesta terça (3) para finalizar o serviço. Os adolescentes cumpriam pena por furto e roubo, segundo informou o diretor.

Menores usaram escadas para fugir de centro socioeducativo (Foto: Alexandre Lima/Arquivo Pessoal)

“Infelizmente isso ocorreu. A Polícia Militar local foi acionada e está fazendo varreduras em todos os locais”, disse.
O Centro Socioeducativo de Brasileia foi inaugurado há menos de dois meses. Almeida explica que uma equipe de Rio Branco atua no local. No entanto, na quarta (23), deve ser publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) o processo seletivo exclusivo para que agentes atuarem no município.

“Já encaminhamos um reforço de agentes socioeducativos de Rio Branco e Sena Madureira. O centro foi aberto recentemente e vamos fazer o processo seletivo para reforçar a segurança de lá”, afirmou Almeida.

Com a fuga no interior, sobe para nove o número de adolescentes que fugiram de centros socioeducativos no estado. Somente em Rio Branco, entre os dias 13 e 18 de setembro, seis adolescentes fugiram do Centro Socioeducativo Santa Juliana.

Na primeira fuga, quatro adolescentes conseguiram fugir, no dia 13 setembro, deste mês após ameaçarem a equipe de segurança. Na segunda fuga, no dia 18 de setembro, dois menores, de 16 e 17 anos, também fugiram do local. Todos continuam foragidos.

comentários

Outras Notícias

Veja também