Mais de 50 semiabertos não retornaram ao FOC e podem virar foragidos da Justiça


Detentos que não se apresentarem no complexo prisional até a noite desta quinta-feira (8) serão considerados foragidos

THALIS GUTIERRES, DA CONTILNET

Após a decisão emitida pela juíza Luana Campos, na qual a magistrada ordena que os presos em regime semiaberto se apresentassem no complexo penitenciário Francisco de Oliveira Conde para continuar a cumprir sua pena, entre 50 a 55 detentos de um total de 320 não apareceram na noite desta quarta-feira.

A Papudinha, unidade onde presidiários eram abrigados anteriormente, foi atingida por um incêndio de grandes proporções e teve suas atividades paralisadas. Como medida emergencial e cautelar, a juíza afirmou que não poderia permitir que os semiabertos ficassem nas ruas como se nada tivesse acontecido e ordenou que o recolhimento fosse realizado no FOC.

Semiabertos tem até esta quinta-feira para se apresentar ao FOC /Foto: Reprodução

Ainda de acordo com as orientações de Campos, os detentos que não se apresentarem às autoridades no complexo prisional até a noite desta quinta-feira (8), serão considerados foragidos e perderam todos os benefícios concedidos pela Justiça.

O Iapen anunciou que nos próximos dias mais de 100 tornozeleiras eletrônicas de monitoramento devem estar chegando no Acre para facilitar o rastreamento dos presos em regime semiaberto. Uma outra leva de equipamento deve chegar ao estado após o período de Carnaval.

comentários

Outras Notícias

Veja Também