Rio Branco, Acre,

rosanagrevedesabafo

Educação exclui servidores “irregulares” e funcionários de apoio do 14º salário

O sindicato repudia a postura de grupos ligados ao governo, que usa sindicatos sem autorização para representar os professores

pagamento
Os pagamentos deverão ser efetuados até o dia 5 de julho

O governo do estado omitiu a lista de trabalhadores que receberão a VDP (o décimo quarto salário da educação). Estão excluídos os funcionários de apoio e os considerados irregulares.

Os pagamentos deverão ser efetuados até o dia 5 de julho.

PUBLICIDADE

Cobrada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), a Secretaria de Estado de Educação (SEE) alegou depender de um parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Documentos obtidos pelo Sinteac revelam que o Departamento de Pessoas da SEE, no entanto, já havia confirmado o congelamento dos direitos (progressão, promoção, licença de interesse fora do estado, licença-prêmio, sexta-parte, direitos exclusivos dos PCCR, abono permanência, auxílio-uniforme, participação em comissão de sindicância e a esperada VDP).

A própria secretaria anuncia internamente o corte da VDP dos trabalhadores que ingressaram no serviço público sem concurso.

Há um grande desespero nas escolas. O sindicato recebeu nesta quarta-feira (8) quatro trabalhadores com idades entre 49 e 56 anos em prantos.

O sindicato repudia a postura de grupos ligados ao governo, que usa sindicatos sem autorização para representar os professores. O Sinteac ainda lamenta que os gestores da SEE desrespeitem a autonomia sindical, preferindo usar indevidamente os núcleos de Educação no interior e violando o sagrado princípio da publicidade dos atos públicos. (Assessoria Sinteac)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up