Idosa de 85 anos morre após adquirir bactéria no Huerb e família acusa hospital de negligência


"A situação aqui no PS é crítica. O que ela passou, muitos passam diariamente", declarou um funcionário

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

Uma idosa identificada como Maria Alice Cordovez Vale, de 85 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (3), e a família diz que ela foi vítima de negligência médica por parte do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). Segundo relatos de um funcionário que não quis se identificar temendo represálias, disse que a idosa estava internada há dias no local.

“Eu trabalho aqui há vinte anos, sou funcionário, e nunca vi algo assim, ela estava internada no leito 119, e há dias estava precisando de transferida para uma UTI”, destacou. De acordo com informações repassadas por ele, a idosa não havia sido transferida por falta de leitos. “A situação aqui no PS é crítica. O que ela passou, muitos passam diariamente, só que nesse caso, estamos falando de uma senhora de idade”, relatou.

O funcionário responsável por repassar a medicação aos pacientes no Huerb, disse que o estado de saúde de Maria complicou depois que ela adquiriu uma bactéria enquanto estava internada no hospital. “A bactéria que ela pegou aqui piorou e hoje pela manhã não sei o horário, ela morreu”, explicou.

Tentamos entrar em contato com a sobrinha da idosa, identificada como Sabrina Aguiar, mais até o fechamento da matéria, não obtivemos resposta da familiar.

comentários

Outras Notícias

Veja Também