Mulher é espancada, tem veículo furtado e desconfia que crime tenha sido encomendado por ex-namorada


Ana Beatriz registrou o caso na Delegacia de Flagrantes (Defla), porém no sistema não consta a restrição de veículo furtado

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

Ana Beatriz Correia de Oliveira, 28 anos, teve uma péssima surpresa ao chegar do trabalho na noite da última segunda-feira (3), no bairro São Francisco, em Rio Branco. Ana teve seu carro, eletrodomésticos e objetos pessoais furtados por, pelo menos, cinco criminosos.

Em contato com a reportagem do ContilNet, Beatriz destacou que, ao chegar do serviço, parou o veículo para adentrar em sua residência, quando ao sair do carro foi surpreendida por um homem armado que, na companhia de mais quatro pessoas, lhe renderam, amarraram, espancaram-na e, em seguida, levaram seu carro modelo Fiesta de cor preta, placa NAC 6245. “Eles me amarraram bem forte, meus pés, me bateram bastante e me deram coronhadas na cabeça. Era só chute e bicudo, detalhe: só na minha cara”, relatou.

A jovem acredita que o crime possa ter sido encomendado pela sua ex-namorada, sendo que sua ex já responde processo por roubo de uma motocicleta de uma outra antiga namorada. “Eu acredito que tenha sido a mando dela, pois só bateram em mim, além de que ela já havia me ameaçado várias vezes”, destacou.

Ana Beatriz frisou que registrou o Boletim de Ocorrência ainda na segunda, na Delegacia de Flagrantes (Defla), porém, os policiais fizeram pouco caso da situação. “Eu registrei o B.O., mas depois ao verificar no sistema, meu carro continuava sem restrição de roubo. Isso é um descaso. Vai que, Deus me livre, eles possam ter levado meu carro para a Bolívia”, explicou.

comentários

Outras Notícias

Veja Também