Rio Branco, Acre,





Dirigente petista quer convocar militância para manifestação a favor da CPI da Energia


Líder do governo na Assembleia diz que PT não reúne condições morais para falar sobre ICMS nas contas de energia

TIÃO MAIA, DO CONTILNET

O PT, através de seu diretório regional, resolveu ajudar, como previsto, a engrossar o caldo em relação à reapresentação do pedido de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Assembleia Legislativa para investigar possíveis desvios nas contas de energia elétrica, através da empresa Energisa. O PT vai convocar sua militância a ajudar a ocupar as dependências da Assembleia Legislativa na sessão de terça-feira (16), quando o pedido de COPI deve ser reapresentado.

O militante Cesário Braga quer convocar militância para estar na Aleac/Foto: reprodução

Utilizando-se do linguajar de cozinheiro, o presidente do diretório regional do PT, Césario Campelo Braga, disse, a respeito da retirada de nomes dos deputados da bancada de apoio ao governo que assinavam o requerimento e que voltaram atrás, que “esse angu tem caroço’.

De acordo com o dirigente petista, a retirada dos nomes dos deputados do requerimento foi feita a pedido do governador Gladson Cameli. “O pedido do governador Gladson Cameli para abafar a CPI da Energisa deve ser visto com desconfiança”, disse o dirigente.

Segundo ele porque, primeiro, quando era senador, Gladson Cameli votou a favor da privatização da Eletroacre, e em segundo lugar porque a CPI não iria investigar o seu governo, “mas uma empresa privada que tem assaltado os acreanos através da conta de luz”.

De acordo com Césario Braga, dizer que a CPI poderia questionar a alíquota do ICMS (Imposto sobre Mercadorias e Serviços) cobrado nas contas é pura balela. “Para fazer isso, isso não precisa de CPI”, lembrando que a atual secretária de Turismo, Eliane Sinhasique, quando era deputada estadual fez isso várias vezes. “Ou existe o medo de descobrirem relações incestuosas ou o governador quer mesmo é que o povo se lasque pagando uma fortuna na conta de luz”, questionou o dirigente. “Força e apoio aos deputados que estão encampando essa batalha a favor do povo acreano”, afirmou Cesário Campelo Braga.

O líder do governo na Assembleia, deputado Gerlen Diniz, (Progressistas) diz que o governo está pronto para enfrentar a oposição na batalha parlamentar que deve marcar a sessão de terça-feira (16) e não manifestou surpresa em saber das posições do PT sobre o assunto. Disse, no entanto, que o partido ou seus dirigentes não reúnem a menor moral para falar sobre o assunto. “Eles ficaram 20 anos no poder e nunca questionaram as contas de energia elétrica, mesmo que estas tenham sido abusivas. E não questionavam porque lucravam com o valor dos impostos do ICMS, cujas alíquotas foi o então o governador Jorge Viana que implantou”, disse. “Logo o PT não tem moral para falar sobre assunto e muitos outros em que deixou muito a desejar quando o assunto é ética e moralidade”, disse.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também