Rio Branco, Acre,


“Fico preso 100 anos, mas não troco minha liberdade por minha dignidade”, diz Lula

Em entrevista à Folha de São Paulo e ao El País, na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR), ex-presidente diz que vai desmascarar Sérgio Moro e Deltan Dallagnol

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba (PR) há um ano, em entrevista exclusiva ao jornal Folha de S. Paulo e ao portal do jornal El País, disse que se entregou tranquilamente para poder encarar e desmoralizar seus acusadores, o então juiz Sérgio Moro e o procurador da República Deltan Dallagnol. “Fui aconselhado a sair do país, a ficar numa embaixada, mas decidi encarar os que me condenaram”, disse Lula. “Eu ficarei preso 100 anos, mas não trocarei minha dignidade pela minha liberdade”, declarou o petista.

Lula em entrevista na sede da PF – Foto Marlene Bergamo – Folhapress

“Você pensa que eu não gostaria de estar em casa? Adoraria estar em casa com minha mulher, com meus filhos, meus netos, com meus companheiros, mas não faço nenhuma questão. Eu quero sair daqui com a cabeça erguida como eu entrei, inocente”, declarou o petista, que disse ter ido para a prisão com “muita tranquilidade”.

Lula disse que não teme passar o resto da vida preso. “Não tem problema”, disse, quando indagado se temia morrer na cadeia. “Mas eu acho que chego até os 120 anos. Nasci para isso”, disse. “Tenho certeza que eu durmo todo dia com minha consciência tranquila, tenho certeza que o [procurador Deltan Dallagnol não dorme e o [ex-juiz Sergio] Moro não dorme. E aqueles juízes do TRF4 que nem leram a sentença fizeram um acordo lá era melhor que só um tivesse lido e falado ‘olha, todo mundo vota igual’”, afirmou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias