Rio Branco, Acre,





Gladson anuncia auxílio a crianças com problemas neurológicos e mais empregos na construção civil


O governador reafirmou o seu compromisso com as famílias de pelo menos 30 meninos e meninas que passam por problemas neurológicos

RESLEY SAAB, SECOM

O governador do Estado do Acre, Gladson Cameli, reafirmou o seu compromisso com as famílias de pelo menos 30 meninos e meninas que passam por problemas neurológicos, supostamente causados em decorrência da vacina contra o papiloma vírus, o HPV.

Neste sábado, 6, em mais uma edição do programa de rádio ‘Fale com o Governador’, em cadeia para todo o estado pelo Sistema Público de Comunicação, Cameli afirmou que o médico neurologista Élcio Machado está em Rio Branco avaliando o estado de saúde de cada uma das vítimas para traçar um diagnóstico preciso dos casos.

“O dr. Élcio já trabalha com esse problema desde 2012 e está no Acre por conta de um esforço pessoal nosso, não como governador, mas enquanto pai de família também que quer uma resposta para o problema dessas crianças com a máxima urgência”, afirmou Gladson Cameli, na primeira parte do programa.

Governador Gladson Cameli com o filho, Guilherme, no programa Fale com o Governador deste sábado, 6, no Sistema Público de Comunicação (Foto: Odair Leal/Secom)

Nesta 3ª edição, o ‘Fale com o Governador’ contou com a participação do deputado federal Alan Rick (DEM) que pertence à base de apoio ao Governo do Acre em Brasília, e de Thiago Caetano, secretário de Estado de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano.

Com o apoio de Alan Rick, da vereadora Lene Petecão (PSD) e do próprio governador, que custeará as passagens e custos de estadia, essas crianças deverão ser levadas para o Hospital da Universidade de São Paulo, referência no país nesses casos, após a avaliação médica de Élcio Machado.

Neste sábado, o governador fez questão de levar o filho, Guilherme Cameli, para responder às perguntas dos participantes, algumas sobre as deficiências encontradas na Saúde.

A um dos internautas que participaram, Gladson Cameli afirmou que a falta de medicamento para o tratamento de câncer no Hospital de Câncer do Acre, conhecido por Unacon, se dá por conta de entraves burocráticos que fogem à competência do Governo do Estado do Acre, que nem por isso está sendo omisso.

“Pegamos muitos processos de licitações passadas que estão em auditoria. Vejam só vocês que uma única empresa no Brasil pode fornecer esses medicamentos. Infelizmente, esse absurdo acontece e eu não posso fazer sozinho nada. Além da burocracia que são as licitações, nós precisamos que órgãos como o Ministério Público Federal nos ajudem a acabar com essa falta de compromisso com as pessoas. O problema da saúde não é dinheiro, mas justamente essa falta de compromisso com a vida”, afirmou o governador.

Deputado Alan Rick (DEM) foi o primeiro parlamentar convidado a participar do programa, neste sábado, 6 (Foto: Odair Leal/Secom)

Sobre o Unacon, o deputado Alan Rick anunciou ainda que problemas estruturais já estão sendo resolvidos e que além do recurso de R$ 1,4 milhão, outros R$ 700 mil estão sendo destinados por ele, em emendas de bancada. As obras de conclusão da unidade começam em agosto ou em setembro com previsão para serem inauguradas ainda em 2019. Quanto a medicamentos para hepatites, o governador anunciou que a distribuição se normalizará em dez dias.

Recuperação de ramais e rodovias

O secretário de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, Thiago Caetano, anunciou que neste momento, a pasta está preparando projeto para licitar o equivalente a 400 quilômetros em pavimentação asfáltica, sobretudo, para a estrada de Senador Guiomard e para a Via Chico Mendes, por meio do Departamento de Estradas de Rodagens do Acre, o Deracre.

“Essa ação se estende também a operações tapa-buracos em todas as nossas cidades e na recuperação de nossas pistas de pousos, principalmente nos municípios isolados, onde as pessoas estão sofrendo risco por isso”, afirmou Gladson Cameli.

Secretário de Infraestrutura, Thiago Caetano, anuncia 400 quilômetros de recuperação da malha viária (Foto: Odair Leal/Secom)

Com a chegada do verão em breve, o governo investirá ainda R$ 109 milhões na recuperação de ramais. Para isso, o Deracre contará com um aporte de R$ 50 milhões em emendas de bancadas para a compra de máquinas.

Como reforço para a recuperação dessas estradas vicinais, Cameli ordenou que tratores e equipamentos que estejam à disposição da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio sejam repassados, em caráter de urgência, para o Deracre.

“Além de abrir ramais, vamos beneficiar o pequeno produtor, aquele que não pode pagar pela construção de um açude para criar o seu peixe”, disse.

Mais empregos e fortalecimento da economia

Um superpacote de quase um R$ 1 bilhão vai aquecer novamente o setor de emprego, sobretudo, na construção civil, neste verão, com uma estimativa de gerar pelo menos 19 mil empregos diretos e outros milhares indiretos.

A geração de emprego e renda é uma das promessas de campanha do governador e que estará sendo posta em prática ainda em 2019.
“A fórmula [para gerar emprego e renda] é reaquecer o mercado da construção civil, com obras em todos os municípios, inclusive em municípios como Porto Walter, Marechal Thaumaturgo e Santa Rosa do Purus”, afirmou o governador, mencionando os municípios isolados geograficamente da capital, e para onde as ações do governo farão grande diferença para melhor.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários




Outras Notícias

Veja Também