Rio Branco, Acre,


Playoffs da NBA retornam com jogadores ajoelhados no hino e homenagem a Chadwick Boseman

Bucks derrota o Magic e avança às semifinais

Os playoffs da NBA foram retomados neste sábado (29) com mais protestos antirracismo após a onda de boicotes que paralisou a liga por três dias. Milwaukee Bucks e Orlando Magic, que iniciaram o movimento na quarta-feira, voltaram a entrar em quadra no jogo cinco da série liderada pelo time de Giannis Antetokounmpo. Os Bucks bateram o Magic por 118 a 104, avançando às semifinais da Conferência Leste.

Jogadores e comissão técnica se ajoelharam durante a execução do hino nacional americano, performado pelo guitarrista negro Shonn Hinton. Todos vestiam uma camisa em referência ao movimento “Black Lives Matter”.

PUBLICIDADE

Entre os homenageados da partida, estavam o ex-astro da NBA, Clifford Robinson, que morreu neste sábado aos 53 anos. O ala pivô foi destaque no Portland Trail Blazers, onde fez parte do All-Star Game de 1994. A causa da morte não foi divulgada.

O ator Chadwick Boseman, que interpretou o “Pantera Negra” e faleceu de câncer de cólon na sexta (28), também foi lembrado.

A série de adiamentos começou na última quarta-feira (26), após os jogadores de Bucks e Magic decidirem não disputar sua partida dos playoffs como forma de protesto pela violência policial contra negros nos EUA. Os times se recusaram a entrar em quadra após Jacob Blake, de 29 anos, ser alvejado nas costas com sete tiros dados por um policial branco, domingo, em Wisconsin, próximo de Milwaukee.  A família diz que Blake está paralisado da cintura para baixo.

Após os últimos dias de boicotes, os jogadores da NBA chegaram a um acordo com a organização da liga e os playoffs foram retomados na bolha da Disney, na Flórida.

Outras duas partidas movimentam a rodada deste sábado: Houston Rockets x Oklahoma City Thunder (19h30) e LA Lakers x Portland Trail Blazers (22h).

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up