Rio Branco, Acre,


“Deus me deu uma segunda chance”, diz sobrevivente de tragédia em Sena Madureira

Durante a queda de uma árvore, três pessoas morreram no local e o outro morador foi a óbito quando estava sendo transferido para o PS

Deitada em uma cama na sala de observação do Hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira, a dona de casa Maria Liberdade de Paiva, 27 anos, diz ser a prova de um milagre. Ela conseguiu sobreviver a uma tragédia ocorrida ontem na região do ramal do Cassirian.

Entenda: Irmãos são presos acusados de atingir homem com tiro de espingarda na barriga, em Sena

PUBLICIDADE

Durante a queda de uma árvore, três pessoas morreram no local e o outro morador foi a óbito quando estava sendo transferido para o PS da capital. Maria Auxiliadora, no entanto, não sofreu nenhuma fratura. “Tudo aconteceu muito rapidamente. Tinha ido mais a minha mãe ver um pessoal pescar e estávamos retornando à noite. Vinha uma pessoa escutando som e não deu pra gente ouvir o barulho direito da queda da árvore. Deus me deu uma segunda chance”, disse ela.

Ainda nesta manhã de domingo, Maria Liberdade que mora na estrada de Boca do Acre irá receber alta médica já que seu estado de saúde não é grave.

Além dela, outras duas mulheres estão internadas no Hospital de Sena, uma delas com fratura no fêmur, devendo ser encaminhada para Rio Branco nas próximas horas.

As vítimas fatais da tragédia são: Lucas da Silva Quenderé, 23 anos, Airton Cabral da Silva, 17 anos, Mateus da Silva Matos, 17 anos e Narcélio dos Santos, 27 anos.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up