Rio Branco, Acre,


Evo Morales planeja voltar à Bolívia após vitória de Luis Arce nas eleições presidenciais

O ex-presidente boliviano fugiu do país após um golpe da extrema-direita, que o acusou de fraude no pleito eleitoral de 2019

O ex-presidente da Bolívia Evo Morales deixou, nessa sexta-feira (23), a Argentina rumo a Caracas, capital da Venezuela, em uma aeronave do governo de Nicolás Maduro. Morales estava em Buenos Aires desde dezembro do ano passado, como refugiado político, para onde voltará já neste domingo.

Líder do Movimento Ao Socialismo (MAS), que elegeu na semana passada Luis Arce como o novo presidente, Morales diz que pretende retornar à Bolívia, mas não adiantou a data. “Ainda não está programado meu retorno à Bolívia”, disse Morales, que poderá ser acompanhado do presidente argentino, Alberto Fernandez.

PUBLICIDADE

Evo Morales renunciou à presidência em 10 de novembro de 2019, após perder o apoio das Forças Armadas, num golpe da extrema-direita do país, em meio a denúncias de fraude nas eleições daquele ano. Posteriormente, essa acusação não se comprovou. Evo deixou o país, viajando para o México e, logo depois, pedindo asilo político na Argentina, em 10 de dezembro. [Capa: Juan Mabromata/AFP]

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up