20.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 11:19 am

Liderança de facção morreu por asfixia, aponta laudo de perícia do IML

POR REDAÇÃO CONTILNET

O detento Mailton da Silva Teixeira, encontrado morto no presídio Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco, teve como causa da morte asfixia por bronco aspiração de restos de alimentos. Isso é o que revela o laudo de exame cadavérico divulgado pelo Instituto Médico Legal de Rio Branco.

Mailton, que era apontado como umas das principais lideranças do Bonde dos 13, que atua no estado, passou mal no dia 11 de setembro deste ano, em uma das celas do presídio Francisco de Oliveira Conde. Mailton Teixeira, condenado por triplo homicídio, morreu pouco tempo depois. O corpo foi resgatado e encaminhado ao IML.

Na época, surgiu a versão de um possível homicídio. Mas o laudo pericial divulgado esta semana descartou essa possibilidade. Com base no laudo, o promotor de Justiça Tales Tranin vai encaminhar o procedimento para a Promotoria de Controle Externo da Atividade Policial. Segundo o representante do Ministério Público Estadual, os policiais penais demoraram quase duas horas para atender o detento. Uma possível negligência no caso não está descartada. Por esse motivo o caso foi encaminhado para a promotoria especializada.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.