30 C
Rio Branco
14 abril, 2021 12:19 pm

Expedição ao Parque da Serra do Divisor busca reencontro entre homem e natureza

POR LEANDRO CHAVES, DO CONTILNET

O reencontro do homem com a natureza. Essa é uma das propostas da expedição ao Parque Nacional da Serra do Divisor promovida pelo renomado fotógrafo acreano Marcos Vicentti. A atividade chega à sua oitava edição nesta sexta-feira (15), quando um grupo de 14 pessoas embarcam em uma van em direção a Cruzeiro do Sul.

Ao chegar à segunda maior cidade do estado, os aventureiros encontrarão outras nove pessoas que se juntarão à expedição por um dos últimos santuários intocados da Amazônia brasileira.

A porta de entrada para o parque será pela Alameda das Águas, localizada em Mâncio Lima, a cidade mais ocidental do Brasil. Após uma viagem de seis horas pelos rios Japiim e Moa, o grupo finalmente adentrará a Serra do Divisor, lar de espécies únicas de aves e sapos no mundo.

Fotógrafo Marcos Vicentti: o idealizador da expedição / Foto: Cedida

“A ideia é proporcionar o turismo contemplativo interno, uma vez que muitos acreanos desconhecem lugares mais afastado. Além disso, nossas viagens oferecem uma experiência pessoal de reencontro consigo mesmo. A Serra do Divisor é mística. As pessoas quando vão àquele lugar sempre deixam algo de si para trás e trazem outras coisas, voltando renovadas”, disse Vicentti.

LEIA TAMBÉM: Mistérios da Serra do Divisor: Gleici Damasceno mostra fonte de água curadora

O local tem pedras únicas no Acre, águas térmicas e quedas d’água exuberantes. A expedição proporciona ainda o encontro do grupo com as comunidades locais para conhecerem seu modo de vida.

O fotógrafo esclarece que foi exigido dos participantes testes negativos para Covid-19 para garantir a segurança da expedição. Kits de proteção contendo máscaras e álcool em gel, por exemplo, serão disponibilizados ao grupo, que retorna à Cruzeiro do Sul no próximo dia 21 e a Rio Branco na data seguinte.

VEJA