30 C
Rio Branco
11 abril, 2021 3:51 pm

Mulher é encontrada morta e amarrada dentro de cama box e detalhes chocam até a polícia

POR UOL

Aos 46 anos de idade, Cláudia Cristina dos Santos Sacramento, foi encontrada sem vida de forma inacreditável e desumana, na Avenida Geremário Dantas, no bairro do Pechincha, na Zona Oeste do Rio.

Cláudia havia se encontrado com um homem no último sábado, dia 09 de janeiro, e não voltou para casa, seus familiares ficaram desesperados e começaram a mandar mensagem pelo whatsApp, as quais eram respondidas de imediato dizendo que estava tudo bem.

Eles sabiam que não era ela quem estava com o telefone, pois ela não sabia digitar, quando conversava com alguém, era somente por áudio.

Cláudia Cristina dos Santos Sacramento tinha 47 anos; família diz que ela tinha marcas de agressão pelo corpo - Acervo pessoal

Vizinhos chamaram a polícia após desconfiarem do mal cheiro que vinha da casa do homem que está sendo acusado pelo crime.

Após receber a denúncia, agente da polícia foram até o local indicado para averiguar o caso, ao adentrarem na casa, sentiram o mal odor forte e característico de cadáver, por conta disso, vasculharam a casa toda e encontraram o corpo de dona Claudia dentro de uma cama box, amarrado e coberto por um lençol.

Cláudia tinha sete filhos, o desabafo abaixo é de um deles:

“Mais uma negra morta no Brasil por feminicídio, nas mãos de homens que matam a sangue frio. Queremos justiça”.

Em entrevista, a irmã da vítima disse:

 “Esse homem tem que pagar pelo que ele fez. Comparou minha irmã a um gambá. Quem faz uma coisa dessas? A gente está sofrendo muito. Minha mãe, de 70 anos, não merecia passar por isso. A gente quase não acredita que minha irmã tenha ido embora desse jeito, ela foi encontrada com cortes na cabeça e nas mãos.”

O homem foi capturado e preso na quarta-feira, dia 13 de janeiro, o corpo de Cláudia está no IML- Instituto Médico-Legal, onde passará por uma necropsia, que determinará a causa da morte.