Rio Branco, Acre,


Bittar, Petecão e Rocha mandam recado em vídeo: “não falta empenho para ajudar o Acre”

Em nome do governo estadual, Rocha agradeceu também ao governo federal pelo apoio dado ao Acre

Os senadores Marcio Bittar (MDB) e Sérgio Petecão (PSD), junto com o vice-governador Wherles Rocha (PSL), gravaram vídeo nesta quarta-feira (3) com um recado aos acreanos: “O que fazemos aqui, nos últimos dois anos da atual legislatura, é ajudar a levar recursos para o Acre”, disse Bittar.

Nesta quarta, os dois parlamentares e o vice-governador foram a dois ministérios em Brasília em busca de mais recursos para o estado.

“Falamos também em nome da senadora Mailza Gomes: tudo aquilo [em termos de ajuda] que chega ao Acre é através da bancada federal. Cito aquele acordo que fizemos com o governo Bolsonaro, que levou R$ 1 bilhão em ajuda para o estado: meio bilhão [de reais] em dinheiro e meio bilhão daquilo que o governo deixou de pagar da dívida com o governo federal”, acrescentou o senador do MDB do Acre.

Ele citou ainda a negociação em torno do pré-sal, que resultou em mais R$ 150 milhões para os cofres do atual governo.

Coordenador da bancada federal, Petecão agradeceu o empenho dos oito deputados federais acreanos em Brasília.

“Temos feito o que podemos aqui para ajudar o nosso estado. Estou no segundo mandato e posso dizer que esse governo [do Bolsonaro] foi o que mais nos ajudou”, disse ele.

Rocha, por sua vez, reconheceu o apoio dos parlamentares federais nesse momento de extrema dificuldade pelo qual passa o estado.

“Com essa pandemia, não fosse a ação efetiva da bancada dos senadores e de todos os deputados federais, nós não conseguiríamos ter construído dois hospitais e nem obter a quantidade de equipamentos, respiradores e outros que nós ganhamos graças à intercessão da bancada”, disse ele.

Em nome do governo estadual, Rocha agradeceu também ao governo federal pelo apoio dado ao Acre, que inclui ainda o envio de vacinas contra o coronavírus.

 

Contramão

O senador Marcio Bittar lamentou ainda, nesta quarta, o posicionamento do líder do governo Gladson na Assembleia Legislativa, deputado Gerlen Diniz (PP). Em discurso durante sessão remota, na terça (2), Gerlen criticou ‘a inércia do governo federal’.

Dizendo-se ‘impressionado com tantas falhas do governo Bolsonaro na condução de uma crise sanitária tão grave’, ele lamentou as mortes diárias em decorrência da pandemia.

Para Bittar, o pronunciamento foi ‘equivocado e contraproducente’.

“Não podemos conceber que na Aleac o líder do governo faça um discurso na contramão dos fatos. O Acre foi amplamente beneficiado pelo governo Bolsonaro. Se acham que esse tipo de crítica, vindo de quem veio, não chega ao conhecimento do presidente da República, estão enganados”, concluiu o senador.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up