20 C
Rio Branco
7 maio, 2021 6:05 pm

Mulher é baleada pelo ex-companheiro dentro de casa

Após o crime, ele tentou levá-la a hospital, mas veículo sofreu pane mecânica. O homem foi preso.

POR G1 AM

Uma mulher de 34 anos foi baleada na noite desta terça-feira (13) durante uma discussão dentro de casa no conjunto Habitacional Viver Melhor II, Zona Norte de Manaus. O suspeito de atirar contra a vítima é o ex-companheiro dela, um Policial Militar, que foi detido.

A polícia recebeu um acionamento para o local após a mulher ser baleada. Na ocasião, um vizinho informou que o suspeito entrou no apartamento e atirou contra a mulher durante uma briga. Após o crime, o suspeito colocou a mulher dentro de um carro para tentar socorrê-la para uma unidade hospitalar.

No trajeto, o carro em que o suspeito tentava levar a vítima para o hospital sofreu pane mecânica.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) retirou a mulher do veículo e levou-a para um hospital, não informado. O estado de saúde dela não foi divulgado.

O suspeito foi detido em flagrante e apresentado na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher. O boletim de ocorrência informa que o PM deve responder pelo crime de tentativa de feminicídio. Em depoimento, o suspeito alega para a polícia que a mulher se acidentou.

De acordo com o advogado da Associação de Cabos e Soldados da PM, Christian Souza, o suspeito contou que tinha um relacionamento extraconjugal com a vítima, com quem tem um filho de 1 ano. Ele contou que ao sair do trabalho foi até ao apartamento, conversou com a mulher, entraram no quarto, e começou uma discussão.

“Dessa discussão, os ânimos começaram a se exaltar, ele comenta que ela sacou uma arma de baixo de umas roupas, pois é viúva de um policial, também. E falou que quando ela apontou essa arma para ele, acreditou que era uma brincadeira, viu que era sério, foi para perto dela, e começou a briga para tentar tirar a arma dela, foi quando ela ficou ferida”, contou o advogado.

Ainda conforme o advogado, um dos disparos atingiu a face da vítima. A Secretaria de Saúde informou que o estado de saúde da paciente é reservado apenas aos familiares.

O G1 entrou em contato com a Polícia Militar do Amazonas na manhã desta quarta-feira (14) e aguarda nota de posicionamento sobre o ocorrido.