19.3 C
Rio Branco
30 junho 2022 2:50 am

Senado aprova projeto que suspende pagamentos de mensalidade do Fies em 2021

Projeto quer repetir suspenção de 2020 por conta da pandemia

POR EDUCA MAIS BRASIL

Última atualização em 06/05/2021 12:24

Beneficiários do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) poderão ter novidades no programa nos próximos meses. É que o Senado aprovou, na última quarta-feira (5), um projeto que suspende o pagamento de mensalidades do Fies.

No ano passado, em razão da pandemia, foi sancionada a interrupção dos pagamentos das mensalidades até o fim de 2020. O texto, agora em discussão, quer prorrogar essa suspensão também em 2021.

Após aprovação no Senado, o texto será enviado para análise na Câmara dos Deputados. Se aprovado, vai para a sanção do presidente da República, que poderá sancionar o texto integralmente, parcialmente ou vetá-lo integralmente.

O Fies é um programa do governo federal voltado a quem não tem condições de pagar as mensalidades de um curso de graduação em faculdades particulares de todo o país. No período de inscrições, os interessados devem se inscrever de forma gratuita no site do Fies.

Em 2021, o período de inscrição do primeiro semestre foi entre 26 e 29 de janeiro de 2021. Já para o segundo semestre as inscrições ficarão abertas de 27 a 30 de julho.

Para participar da seleção, o estudante precisa atender a alguns critérios como ter um fiador e uma renda familiar bruta que não ultrapasse cinco salários-mínimos.

Neste primeiro semestre de 2021, o programa ofertou 40 mil vagas e utilizou as notas de 2010 a 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como um dos critérios de avaliação. Os estudantes precisaram comprovar média de 450 pontos no Enem e média acima de zero na redação.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.094 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.