33.9 C
Rio Branco
24 junho, 2021 1:38 pm

Única LGBT na Câmara de Rio Branco, Michelle diz que preconceito será vencido com respeito

Michele acredita que o preconceito ainda é uma pauta a ser discutida e é causado, principalmente, pela falta de informação

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Única LGBT na Câmara de Rio Branco, Michelle diz que preconceito será vencido com respeito

A vereadora mais votada da Câmara Municipal de Rio Branco nas eleições de 2020, Michelle Melo é também a única parlamentar que faz parte do grupo LGBTQIA+ na Casa Mirim.

Defensora da diversidade e das políticas públicas que atendam os mais vulneráveis, a médica foi entrevistada pelo ContilNet nesta segunda-feira (17), dia em que se comemora a Luta Internacional contra a Homofobia.

Melo acredita que o preconceito, seja ele contra a orientação sexual, gênero e/ou raça precisa ser combatido com o respeito.

“Todo e qualquer preconceito precisa ser combatido com o respeito às diferenças. Nossa luta, neste mandato, é sempre buscando a pluralidade, o acolhimento às diferenças e aos mais vulneráveis socialmente”, explicou Michelle.

Quando questionada sobre ataques à sua figura, por fazer parte do grupo LGBTQUIA+, a vereadora garantiu que eles não apareceram diretamente, desde que assumiu o cargo.

“Eu nunca fui diretamente atacada por ser uma mulher homossexual. No parlamento, com os meus pares, eu sempre prezo pelo respeito. Não pergunto como as pessoas constituem família, de quem gostam ou se são homossexuais. Isso não é o mais importante”, acrescentou.

Michele acredita que o preconceito ainda é uma pauta a ser discutida e é causado, principalmente, pela falta de informação.

“Os preconceitos precisam ser combatidos com políticas públicas eficazes, com representatividade e acesso à informação. As pessoas tem um conceito pré formado do que elas não conhecem ou não sabem. São direitos que precisam ser garantidos”, finalizou Melo.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.