24.3 C
Rio Branco
21 junho, 2021 4:52 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Jornalistas de MS se mobilizam por vacina em manifestação nacional

Açãp é para inclusão dos profissionais entre os grupos prioritários para a imunização contra a Covid-19

POR LÚCIO BORGES ORTEGA - CORRESPONDENTE MS

CAMPO GRANDE (MS) – O Sindjor-MS (Sindicato dos Jornalistas de MS) que já se mobilizou em Mato Grosso do Sul, mas não obteve sucesso, também fará parte, nesta quarta-feira (9), de Dia Nacional de Luta para Vacinação dos Jornalistas, promovido pela Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas). O ato que é aprovado e de ação dos sindicatos de jornalistas de todo o país, tem como objetivo intensificar as ações para inclusão dos profissionais entre os grupos prioritários para a imunização contra a Covid-19, já que jornalistas estão na linha de frente e altamente expostos ao risco de contrair a doença.

Conforme presidente do Sindjor-MS, Walter Gonçalves, em Campo Grande, a manifestação será em frente à Governadoria, às 7h30. O secretário Estadual de Saúde, Geraldo Rezende, que já recebeu reivindicação da categoria no Estado, ms também não conseguiu aval do Ministério da Saúde, já novamente aceitou receber uma comissão de profissionais para discutir o assunto na ocasião. “O Sindjor-MS está articulando ainda uma reunião com o Secretário Municipal de Saúde de Campo Grande, José Mauro Filho”, disse Gonçalves.

“Além disso, a FENAJ e o Sindjor-MS convocam os trabalhadores para que se vistam de azul na data e postem as fotos em suas redes, marcando a Federação, os sindicatos e o Ministério da Saúde, responsável por definir as categorias prioritárias para a vacinação, com as hashtags #VacinaAImprensa #VacinaParaJornalistas #VacinaJá”, anuncia o representante de MS.

Gonçalves, também detalha a programação do dia, que haverá mobilização nas redes sociais. “A partir das 10h da data, iniciamos um tuítaço e instagramaço da categoria, com o objetivo de chamar a atenção da população em geral para a necessidade de vacinação dos trabalhadores da mídia. Também foi disponibilizado um avatar pedindo a vacinação dos jornalistas. O Sindjor-MS pede a adesão de todos à mobilização”, ressalta o presidente do SindjorMS.

Três estados conseguiram a vacina

Na quarta às 18h (horário de MS), a FENAJ ainda realizará um live com os sindicatos em rede sobre o assunto. Alguns estados – – Maranhão, Bahia e Mato Grosso – já autorizaram a inclusão dos jornalistas da linha de frente nos grupos prioritários, mas a decisão enfrenta resistência do Ministério da Saúde e, em alguns casos, do Ministério Público e da Justiça.

O presidente do Sindjor-MS e o secretário-geral da entidade vão ainda percorrer as redações nesta terça-feira (8), para convidar ao ato e informar sobre as tratativas com o Governo e Ministério da Saúde para a inclusão de jornalistas entre os grupos a serem vacinados.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.