30.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 7:03 pm

No AC, mais de 800 policiais civis e militares se afastaram do cargo em 2020 por conta da Covid-19

São Paulo, o estado onde os primeiros casos foram identificados no Brasil, lidera o ranking, com 29.093 profissionais afastados por contaminação

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

A Covid-19 afetou toda a população mundial, especialmente os grupos que não deixaram de trabalhar durante a pandemia, desenvolvendo os chamados serviços essenciais. Um desses é o de policiais.

No Acre, de acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado na quinta-feira (15), pelo menos 808 agentes foram afastados de seus cargos em decorrência da doença, em 2020. Do total, 156 são policiais civis, e outros 652 são militares.

No mesmo ano, um policial civil foi a óbito após ser infectado pelo vírus.

São Paulo, o estado onde os primeiros casos foram identificados no Brasil, lidera o ranking, com 29.093 profissionais afastados por contaminação. Outros 48 não resistiram e morreram.

Proporcionalmente, o Acre foi o terceiro com melhor cenário na contagem de afastamentos e mortes de policias pela doença, ficando atrás apenas de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.