26.3 C
Rio Branco
21 setembro 2021 6:10 pm

Deputados discutem impeachment de Bocalom na Aleac: “pirotécnico” e “sem fundamentação”

O deputado Gehlen Diniz defendeu os vereadores que vão analisar o pedido de afastamento do prefeito

POR TIÃO MAIA, PARA O CONTILNET

Última atualização em 31/08/2021 11:46

“Impeachment é coisa séria”, disse o deputado estadual José Bestene (PP) ao defender o prefeito da Capital, Tião Bocalom, cuja possibilidade de afastamento está sendo votada na Câmara Municipal de Rio Branco nesta terça-feira (31).

“Nós temos que ter responsabilidade com as coisas. Ele tem o estilo dele e nós temos que respeitar e não podemos permitir que qualquer pessoa se arvore com um pedido de impeachment para tentar cassar o prefeito”, acrescentou.

Bestene disse esperar que os vereadores tenham juízo e maturidade para não votarem a favor do o pedido de impeachment do prefeito. De acordo com o deputado, Bocalom é honesto e trabalhador e não pode ser cassado por atos que não lhe diz respeito, como é o caso. Bocalom está sendo acusado de proteger o secretário municipal de Saúde, Frank Lima, que está sendo acusado de assédio sexual contra subordinadas.

Bestene recebeu a solidariedade do deputado Roberto Duarte (MDB) em relação a Bocalom. “Eu participei das eleições como candidato a prefeito e perdi a eleição para o Bocalom. E respeito a decisão da população e acho que o pedido de impeachment de Bocalom é algo muito pirotécnico”, acrescentou Duarte.

O deputado Gehlen Diniz defendeu os vereadores que vão analisar o pedido de afastamento do prefeito. “Não foram os vereadores que apresentaram o pedido de impeachment. Eles estão analisando um pedido feito por uma advogada”, disse Diniz. “Mas eu sou contra o pedido de impeachment”, disse.

José Bestene disse que conhece as entranhas da política e a movimentação dos vereadores no caso. “Não há fundamentação para cassar o prefeito e espero que os vereadores entendam isso”, disse.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.