26.3 C
Rio Branco
28 setembro 2021 12:45 am

McGregor elege rival mais difícil de sua carreira e revela em qual peso deve lutar

Nesta segunda-feira (16), o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e do peso-leve (70 kg) do UFC fez a alegria de seus fãs ao abrir uma sessão de perguntas e respostas em sua plataforma digital

POR AG FIGHT

Última atualização em 20/08/2021 10:02

Tudo que Conor McGregor faz, vira um evento, desde aparições públicas e até mesmo sua presença nas redes sociais.

Nesta segunda-feira (16), o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e do peso-leve (70 kg) do UFC fez a alegria de seus fãs ao abrir uma sessão de perguntas e respostas em sua plataforma digital e parte de suas respostas foram reveladoras.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui e aqui), ‘Notorious’ surpreendeu ao revelar qual foi o adversário mais difícil que enfrentou em sua carreira.

Curiosamente, McGregor não elegeu Dustin Poirier, Khabib Nurmagomedov ou Nate Diaz, seus grandes rivais, e sim um obstáculo como maior barreira.

Atualmente, o astro irlandês se recupera de uma grave lesão na perna, sofrida na derrota para Poirier na trilogia, realizada em julho, em Las Vegas (EUA), e tem previsão de retorno ao octógono para 2022.

Nono lugar no ranking do peso-leve, McGregor possui como um de seus objetivos conquistar o título da categoria pela segunda vez, porém flerta com a possibilidade de atuar em uma divisão diferente em sua volta ao UFC.

“A balança. Bem possível (lutar nos meio-médios), sim”, escreveu o irlandês em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Mesmo em má fase, Conor McGregor, de 32 anos, é o principal nome do UFC. Dois anos após sua estreia na organização, o irlandês se transformou em um fenômeno do MMA e conquistou o cinturão do peso-pena (66 kg), em 2015, e do peso-leve (70 kg), em 2016.

Seus triunfos mais marcantes foram contra Chad Mendes, Donald Cerrone, Dustin Poirier, Eddie Alvarez, José Aldo, Max Holloway e Nate Diaz. Atualmente, o atleta ocupa a nona posição no ranking dos leves e possui um cartel composto por 22 vitórias, sendo 20 pela via rápida e 19 delas por nocaute, e seis derrotas.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.