22.3 C
Rio Branco
24 setembro 2021 7:41 am

Recém-nascido de 3 dias sobrevive a acidente que matou a mãe e mais 4: ‘Conseguimos achá-lo através do choro’, diz bombeiro

Mulher tinha dado à luz em Montes Claros e retornava pra casa, em Botumirim, em um carro da Prefeitura

POR G1

Última atualização em 16/08/2021 21:59

Cinco pessoas morreram em um grave acidente envolvendo dois carros e uma carreta na MG-307, próximo ao trevo de Grão Mogol na noite desse domingo (15). Um recém-nascido, de três dias, estava em um dos veículos e foi resgatado sem ferimentos.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, os dois veículos bateram na carreta bitrem que saiu de uma estrada vicinal e entrou na rodovia. A perícia foi acionada e as causas do acidente serão investigadas. Um dos carros era da Prefeitura de Botumirim e transportava cinco pessoas, entre elas o recém-nascido e a mãe. No outro veículo, viajavam duas pessoas. O motorista morreu no local e o passageiro, de 30 anos, foi resgatado com escoriações e suspeita de fratura.

“Nós chegamos ao local e constatamos os quatro óbitos no carro e não vimos o bebê. Em seguida, conseguimos retirar com vida o passageiro do outro veículo. Já estávamos felizes por isso quando veio à surpresa. Os colegas escutaram o choro da criança e ao voltarmos para averiguar, encontramos o bebê no assoalho do veículo debaixo dos corpos. Ele estava bem escondido e conseguimos achá-lo através do choro. A gente realmente não esperava e foi uma alegria e emoção para todo mundo, resgatar essa criança ilesa. Os dois carros ficaram destruídos e não encontramos nenhum ferimento no recém-nascido”, contou o sargento Layon Freitas Pereira.

 

Carro em que o bebê estava entrou debaixo da carreta e ficou destruído — Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação

Carro em que o bebê estava entrou debaixo da carreta e ficou destruído — Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação

O sargento acredita que o bebê conforto pode ter ajudado a proteger o recém-nascido.

“Ele estava fora do bebê conforto quando o encontramos, mas provavelmente foi o equipamento que ajudou a proteger bastante. O recém-nascido foi levado para o hospital de Grão Mogol onde passou por uma avaliação e depois foi transferido pelo Samu”.

 

Segundo a assessoria do Samu, a criança apresentava hipoglicemia e foi medicada. Em seguida, ela foi levada para o hospital de Francisco Sá e transferida para a Santa Casa de Montes Claros na manhã desta segunda-feira (16). A assessoria do hospital informou que o estado de saúde é estável e “o recém-nascido está sendo avaliado pelos médicos, mas até o momento não foi necessário nenhum procedimento”.

Por telefone, a secretária de Saúde de Botumirim, Jéssica Messias Oliva Carvalho, disse ao G1 que a mãe deu à luz em um hospital de Montes Claros e estava retornando para o município quando aconteceu o acidente. O motorista da prefeitura saiu da cidade por volta das 15h desse domingo para buscar pacientes em Montes Claros e a previsão era de chegar no município por volta de 21h30.

De acordo com a secretária, morreram no acidente a mãe do bebê Fernanda Caroline Alves Ferreira, de 23 anos, o motorista da prefeitura Eliomar Célio Pereira dos Santos, de 47 anosSebastião Pereira dos Santos, de 50 anos, e a filha dele Samara de Jesus dos Santos, de 18 anos. Sebastião tinha feito uma cirurgia em Montes Claros e estava acompanhado da filha. A prefeitura de Botumirim decretou luto oficial de três dias.

Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Montes Claros. De acordo com o IML, o motorista do outro carro era José Alves de Souza, de 59 anos. Ele era de Grão Mogol e retornava de uma viagem para Jaíba.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.