34.3 C
Rio Branco
15 setembro 2021 12:49 pm

Rio Branco está entre 10 cidades selecionadas para desenvolver projeto de turismo

O projeto piloto está sendo realizado pelo Governo Federal através do Ministério do Turismo

POR MARIA FERNANDA ARIVAL, PARA O CONTILNET

Última atualização em 09/08/2021 14:18

O Ministério do Turismo (MTur) selecionou 10 cidades do Brasil para desenvolver um projeto piloto chamado Destinos Turísticos Inteligentes (DTI) e a capital acreana foi uma das escolhidas junto com Salvador (BA), Rio de Janeiro e Angra dos Reis (RJ), Palmas (TO), Recife (PE), Campo Grande (MS), Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Brasília (DF).

O projeto está sendo desenvolvido pelo Governo Federal por meio do Ministério do Turismo com parceria com o Instituto Ciudades Del Futuro (ICF) da Argentina. De acordo com o correspondente do DTI em Rio Branco, Luan Dias, o projeto viabiliza a criação de políticas públicas para a capital do Acre desenvolver tecnologicamente o turismo, uma das áreas mais afetadas durante a pandemia de Covid-19.

“É um projeto de cidade inteligente, uma ideia que foi acolhida pelo prefeito Tião Bocalom, que teve uma conversa com os representantes do Ministério do Turismo e viram potencial para as áreas culturais e sociais da nossa cidade, com turismo de agronegócio e etnoturismo e sustentabilidade da floresta”, afirma Luan.

O projeto iniciou com encontros online com o MTur e o ICF, com participação da Coordenadora de Destinos Inteligentes e Criativos, Bárbara Blaudt e da Diretora de Inteligência Mercadológica e Competitiva do Turismo, Nicole Facuri.

“A equipe é formada em parceria com a Secretaria Municipal Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico (Safra) com o secretário Eracides Caetano e a Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan), com a secretaria Neiva Tessinari e o diretor Valdenir Cardoso. A secretaria da Seplan é a coordenadora do Projeto Piloto DTI e tem vasta experiência no campo do turismo. Temos pessoas capacitadas para que esse projeto seja executado e traga muitos benefícios à nossa população”, enfatiza Luan.

As palestras têm duração aproximada de 3 horas e realiza o terceiro encontro na próxima sexta-feira (6). “Nossa expectativa é de começar a vislumbrar as ações do projeto até o final do ano em Rio Branco. Em âmbito nacional, estão sendo feitos investimentos em startups e marketing digital principalmente no eixo cultural, com hotéis e restaurantes. Há um mundo de possibilidades dentro do projeto”, explica Luan.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.