26.3 C
Rio Branco
9 setembro 2021 1:16 am

Roxinho, seguidor leal de Gladson, é o novo diretor financeiro da Cohab

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 19/08/2021 11:40

Júlio Cezar Moura de Farias, mais conhecido como Roxinho, foi nomeado como diretor financeiro da Companhia de Habitação do Acre (COHAB) com salário de R$ 16 mil. O decreto foi publicado no Diário Oficial na edição de quarta-feira (18).

Roxinho é um dos mais leais amigos do governador e já assumiu cargos na Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac), pelo Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC) e pela Secretaria de Estado de Relações Políticas e Institucionais (SRPI).

Defendendo a leadade e capacidade de Júlio Cézar, o secretário adjunto de Educação, Moisés Diniz, diz que opositores tentam ridicularizar a nomeação de Roxinho por ele não ter uma ensino superior e comparou com ex-gestores de Tião Viana (PT), que assumiram cargos públicos mesmo sem qualificação e mesmo assim fizeram bom trabalho.

“Usando uma Lei de que tem notório saber pra tentar ridicularizar o governo do Gladson, essa autoridade foi deputado e essa autoridade sabe que existiam dezenas de pessoas nos nossos governos que tinham apenas o segundo grau, por exemplo, o Edvaldo Magalhães que foi presidente do Depasa e que construiu grandes obras e que foi considerado um dos melhores presidentes da Aleac, mas agora ver a nomeação de Júlio César numa tentativa de desmoralizar o governo. Tenha mais respeito. O Roxinho pra mim é que sou amigo dele, eu convivi com ele por oito meses na Casa Civil e ele sempre estava resolvendo o problema de pessoas humildes, pessoas com ajuda dele que se salvaram. Não se sinta discriminado Júlio César, porque eu conheço muito doutor corrupto”, diz.

Nascido em Taruacá, veio pra Rio Branco logo no primeiro ano de idade, após a separação dos pais, e na Capital a vida não foi fácil. Sua mãe morreu quando ele tinha seis anos de idade e teve que morar com as tias. Já o pai “desapareceu” quando ele completou nove anos e nunca mais teve contato.

No comentário da postagem de Diniz, um seguidor respondeu em defesa de Roxinho: “Eu assino embaixo, Cacique. Julio Cezar Farias e eu trabalhamos no Funtac, nunca faltou, nunca usou a amizade com o governador pra nada, sempre fez o serviço dele e procurava ajudar todo mundo. Nessa pandemia então, incontáveis vezes, eu estando no INTO, ele entrou em contato comigo para ajudar as pessoas. Roxinho é fiel e leal ao Gladson Cameli.”

Outro completou: “Concordo, Doutor ou não doutor somos sobretudo Pessoa com habilidades e dificuldades, não é um titulo que nos define é sim nossas práticas demonstradas no cumprimento do que você me oferece. Parabéns, Moisés Diniz esse é um ato humano e uma maneira inclusiva de reconhecer a PESSOA e não o que ele carrega.. O que vale títulos se você não tem dignidade? Pois o ato discriminatório já diz o quão valoroso, és!”.

Veja vídeo de Diniz:

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.