37.6 C
Rio Branco
21 setembro 2021 4:39 pm

Encontro entre empresários e poder público busca combater roubos e furtos em Cruzeiro do Sul

Área central da cidade vem sendo atacada com arrombamentos e assaltos à mão armada até à luz do dia

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 10/09/2021 13:02

Os seguidos arrombamentos a casas comerciais instaladas no centro de Cruzeiro do Sul, a segunda maior cidade do Acre, no Vale do Juruá, além de assaltos à mão armada, muitos cometidos à luz do dia, levou autoridades da área de segurança pública do Estado, da Prefeitura Municipal e da Associação Comercial local para debater o problema. O encontro ocorreu na última quinta-feira (9) buscando estratégias de combate aos crimes contra patrimônio na região.

Participaram da o coronel Paulo Cézar Santos, secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), coronel o prefeito Zequinha Lima; autoridades de segurança locais e estaduais; e o presidente da Associação Comercial da cidade, Luiz Cunha. “O nosso objetivo é desenvolver um plano de ação que nos permita nos antecipar à ação criminosa, bem como reprimir aqueles que cometem esse delito”, disse o coronel Paulo Cézar Santos. “É uma ação que exige esforço contínuo e, sobretudo, integrado, pois acreditamos que a sociedade tem muito a contribuir nesse processo de pacificação”, informou o secretário.

O prefeito Zequinha Lima afirmou que “o município ajuda a resolver os contratempos da segurança quando melhora a trafegabilidade, a iluminação pública e abre novas ruas para a população”. Segundo ele, a segurança deve ser tratada também como uma questão social. “Precisamos de políticas que se voltem para os que moram nas ruas e que consomem drogas. São em encontros como esse que descobrimos e solucionamos parte do problema da segurança pública em Cruzeiro do Sul”, disse.

A ação faz parte do cronograma de atividades a serem realizadas pelo programa Sejusp Itinerante, que foi criado para a disseminação do Plano Estadual de Segurança Pública, além de apresentar investimentos e discutir, por meio de câmaras temáticas, estratégias que resultem na redução dos indicadores de violência específicos de cada região.

Após as discussões, as equipes definiram medidas preventivas para conter a onda de furtos na região central de Cruzeiro do Sul. Entre elas, estão abordagens rápidas feitas em vias de acesso aos centros comercias; operação contra furtos feitos durante a madrugada; idealização do projeto Amigo da Polícia, em que o policiamento é realizado nos centros comerciais por meio de caminhada; entre outras iniciativas.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.