23.1 C
Rio Branco
18 maio 2022 5:47 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Militar do Exército e esposa são presos suspeitos de tortura contra criança de 4 anos

Nessa semana, este é o segundo caso de tortura infantil registrado pela Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

POR G1

Um militar do Exército, de 45 anos, e a esposa foram presos por suspeita de torturar uma criança de 4 anos de idade, na terça-feira (7), em Manaus. Segundo a polícia, a vítima é filho do militar e enteado da mulher.

Esse é o segundo caso de tortura infantil registrado, em menos de uma semana, pela Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), em Manaus. Um menino foi resgatado após ser acorrentado todos os dias dentro de casa.

Através de uma publicação nas redes sociais, a delegada Joyce Viana, titular da Depca, informou que a criança era espancada pelo pai e apresentava múltiplas lesões pelo corpo.

A polícia recebeu a denúncia através de um agente do Conselho Tutelar que foi até o local averiguar o fato.

Segundo a delegada, o pai dizia que a criança “era rebelde e precisava de correção”. A criança contou que também ficava ajoelhada em caroços de milho.

O casal recebeu voz de prisão em flagrante. Segundo a Polícia Civil, por meio de nota, após pedido do Ministério Público do Amazonas (MPAM), a Justiça concedeu a conversão da prisão em flagrante do casal para prisão preventiva.

Menino acorrentado

Em menos de uma semana, esse é o segundo caso de tortura infantil registrado pela Depca. No dia 6 de dezembro, um menino de 9 anos que era torturado pelo pai e a madrasta foi resgatado por policiais da Depca.

Segundo a polícia, ele era acorrentado durante a noite, antes de dormir. Equipes disseram ainda, que a criança apanhava constantemente e sem qualquer motivo. O casal também foi preso em flagrante pelo crime.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.