21.3 C
Rio Branco
30 junho 2022 9:17 am

‘Não vejo vantagem’: Marcio Bittar conversa com ContilNet sobre Moro no União Brasil

O superpartido, resultado da fusão DEM-PSL pode ter outro destino, revela o senador do Acre

POR TON LINDOSO, DO CONTILNET

Última atualização em 20/01/2022 09:22

“Não vejo vantagem em uma filiação de Moro”. A declaração é do senador Mário Bittar acerca de especulações de sites de notícias, que falam de uma possível negociação entre o presidenciável Sergio Moro, seu partido – o Podemos – e o superpartido União Brasil, da qual Marcio Bittar fará parte após a concretização da fusão DEM-PSL.

Em entrevista ao ContilNet, o senador relator do Orçamento de 2021 afirma que o União Brasil tem planos maiores. Marcio é o nome número 1 do novo partido no Acre, e um dos principais nomes no país. Bittar acredita no fortalecimento do nome do presidente Jair Bolsonaro, pré-candidato à reeleição, e não descarta uma parceria com o União Brasil.

“E se, a partir daí [do desenrolar da campanha e crescimento de Bolsonaro], o União Brasil entender que pode agregar à chapa, porque o partido não indicaria um vice na chapa do presidente Bolsonaro?”, analisa Bittar.

Sergio Moro é pré-candidato à Presidência da República pelo Podemos. Pesquisa Ipespe divulgada na última semana, mostram o ex-juiz pontuando 9% nas intenções de voto, 24% de Jair Bolsonaro (PL) e 44% de Lula (PT). Em pesquisas anteriores, Moro aparece com performance similar, longe do páreo.

Questionado acerca de membros anti-Bolsonaro dentro do partido, o senador não vê com pessimismo e acredita em um acordo. Líderes que farão parte do União Brasil, como o presidente do DEM, ACM Neto – que, na nova sigla, assume função de secretário-geral – já fizeram críticas à Bolsonaro, mas veem-se em impasse: ACM Neto, por exemplo, é pré-candidato ao Governo da Bahia e concorre com o senador Jaques Wagner (PT), tratado como ‘candidato de Lula’.

Pode correr o risco, também, de enfrentar outro nome forte: o ministro da Cidadania, João Roma, pelo Republicanos. Roma já sinalizou interesse, de acordo com informações da imprensa local; a pré-candidatura dependeria, apenas, de ajustes junto à sigla. Ser o ‘candidato de Bolsonaro’ pode qualificar a pré-candidatura de ACM Neto. “O ACM Neto é um político habilidoso. Nada impediria, também, de ele indicar o vice de Bolsonaro, por exemplo”, pontua Bittar.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.095 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.