16.3 C
Rio Branco
21 maio 2022 2:04 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Coluna Pimenta no Reino: maio é mês decisivo na política acreana

POR THIAGO CABRAL, DO CONTILNET

Mês chave

O mês de maio, apesar de não ser a data limite para a escolha definitiva das candidaturas, se encaminha para ser um mês decisivo na política acreana. Os principais nomes que devem disputar cargos majoritários já vêm sinalizando as vagas que vão pleitear e como deve ficar a composição das chapas.

JV

Dono do maior mistério dessa eleição, se disputaria o cargo de senador ou governador, o petista Jorge Viana já dá como certa a disputa pelo Senado. Ainda que não tenha anunciado oficialmente, o ex-senador já anda dizendo por aí, em entrevistas e encontros, que vai mesmo para a batalha pela vaga de senador. Pedra cantada por aqui desde quando começou esse imbróglio sobre o futuro do petista.

Petecão

O senador Sérgio Petecão (PSD) é outro que parece perto de definir seus companheiros de chapa. A deputada federal e pré-candidata ao Senada, Vanda Milani (Pros), já está no palanque do senador. Ainda que não tenha sido anunciada de forma oficial, deve mesmo ocupar a vaga da disputa pelo Senado na chapa de Petecão. Sobre o vice, Petecão não esconde de ninguém que seu sonho é ter o deputado socialista Jenilson Leite na vaga. O problema é que Jenilson também é pré-candidato ao Governo do Acre.

Jenilson

O pré-candidato ao Governo pelo PSB, o deputado estadual Jenilson Leite, parece convencido em ir até o final com sua ideia. Não quer saber de arredar o pé. Se for até as convenções e oficializar seu nome, deve fazer a dobradinha com Jorge Viana (PT). O nome do vice ainda não apareceu.

MDB

No MDB, tudo tranquilo e definido: Mara Rocha vem para o Governo e Jéssica Sales para o Senado. Uma chapa forte e feminina. Por lá, ainda faltam definir os nomes do vice e suplentes.

Gladson

Do lado do governador Gladson Cameli (PP), a novela do vice continua rendendo. O último nome apontado por Cameli que pode vir a disputar a cadeira do Palácio Rio Branco junto com ele é o da senadora Mailza. A vaga para o Senado também deve ser definida em breve, já que alguns nomes que estavam na base e disputavam a preferência do governador para ser indicado à disputa, já pularam do barco.

Convenções

É bom lembrar que entre os dias 20 de julho e 5 de agosto, datas reservadas para a realização das convenções partidárias, é onde é batido o martelo sobre coligações e a escolha das candidatas e candidatos. Ou seja, apesar das coisas estarem se afunilando, é só em agosto que conheceremos de fato e de direito os candidatos para todos os cargos e de todos os partidos.

Dia do Trabalhador

Ontem, dia 1 de maio, foi celebrado o Dia do Trabalhador. Porém, o trabalhador assalariado do Brasil não tem muito o que comemorar: inflação e desemprego nas alturas. Resta torcer por dias (e governantes) melhores.

A x B

Ainda sobre o Dia do Trabalhador, ontem também foi dia dos dois principais postulantes na disputa pela presidência, Bolsonaro (PL) e Lula (PT), mostrarem força nas ruas. O atual ocupante da cadeira do Planalto ficou por Brasília e participou de atos com apoiadores, que entre outras barbaridades, pediam o fechamento do STF. Já Lula ficou em São Paulo, onde participou da festa do trabalhador promovida por centrais sindicais.

Pé de valsa

Enquanto entregava a reforma da Concha Acústica, que teve como principal atração o show da banda baiana Ara Ketu, o governador Gladson Cameli (PP) aproveitou para mostrar seus dotes de dançarino. A festa do Dia do Trabalhador quase foi ofuscada pelos passos de dança do governador. Estava tão a vontade que parecia até que estava no Senadinho ou na Saudosa Maloca.

30 de abril

No último sábado, 30 de abril, completaram 77 anos do suicídio de Adolf Hitler, líder nazista da Alemanha. O episódio ocorreu após o Exército Vermelho, da antiga URSS, ter dominado praticamente todo o território alemão e ter avançando sobre Berlim. Sem saída, o líder nazista e muitos de seus asseclas optaram por tirarem a própria vida. É importante lembrar desse episódio sombrio da humanidade, que foi o nazismo, para que nunca se repita.

Enésima via

Mais um candidato da infinita terceira via apareceu na disputa da presidência da República, trata-se do coach Pablo Marçal, que quer ser candidato pelo PROS. O curioso é que no começo deste ano, Marçal se perdeu com um grupo de cerca de 30 pessoas no Pico do Marins, na Serra da Mantiqueira, em São Paulo. O grupo, que era conduzido pelo coach para o topo da montanha, acabou se perdendo e teve que ser regatado após um temporal ter atingido a região.

Fim do prazo

O fim do prazo para quem vai tirar o título de eleitor pela primeira vez ou precisa regularizar o documento, termina nesta quarta-feira, dia 4 de maio. Quem ainda está com pendências, é bom correr para não perder o prazo.

Instabilidade

Inclusive, o sistema do TSE já apresentou instabilidade nesta segunda-feira por conta do alto número de pessoas tentando fazer ou regularizar o título. Até às 17h de hoje, foram 413.000 atendimentos. De acordo com o TSE, as áreas técnicas responsáveis “já trabalham para o restabelecimento das páginas e dos sistemas afetados”.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.