24.3 C
Rio Branco
21 maio 2022 9:34 pm

Covid-19: casos sobem 82% em uma semana nas farmácias do país

Levantamento da Abrafarma mostrou ainda que taxa de positivos cresceu 110% na comparação da última semana de março com a terceira de abril

POR O GLOBO

Última atualização em 03/05/2022 21:49

Os casos de Covid-19 nas farmácias do país subiram 82% em uma semana, mostra levantamento da Associação Brasileira de Redes de farmácias e Drogarias (Abrafarma), obtido com exclusividade pelo GLOBO. Os dados são referentes à comparação dos diagnósticos de 18 a 24 de abril com os da semana anterior, do dia 11 ao 17. A taxa de positividade — percentual dos testes com resultado positivo — foi de 15,3% no período, um aumento de 59% em relação ao índice de 9,65% detectado na semana anterior.

Segundo o levantamento, foram realizados 67.314 testes em farmácias e drogarias brasileiras na terceira semana de abril, dos quais 10.307 deram positivo para a doença. Na semana anterior, foram detectados 5.677 resultados positivos, quase metade.

Os números mostram uma retomada para os patamares do meio para o fim de março, quando a taxa de positivos estava em 15,33%. Desde então, o índice caiu para 7,28% na última semana de março, mas voltou a subir em abril. Em comparação dos dados de 28 de março a 3 de abril com os números de 18 a 24 de abril, houve um aumento na positividade de 110%.

Os números, no entanto, seguem distantes daqueles registrados no pico da variante Ômicron no Brasil. Em janeiro, por exemplo, a taxa de positivos chegou a 39,87% dos testes, e a 30,51% no mês seguinte.

Além do aumento nos casos das farmácias, o país chegou ontem ao quarto dia de alta nas mortes pela Covid-19, com um aumento de 24% em relação ao cálculo de duas semanas atrás, segundo o boletim do consórcio de veículos de imprensa. Ainda assim, especialistas ressaltam que o índice está em patamar considerado baixo, com cerca de 126 óbitos por dia. Além disso, o número de casos oficiais registrados pelas secretarias de saúde estaduais segue em estabilidade em âmbito nacional.

Como mostrou O GLOBO, especialistas acreditam que pode estar havendo uma subnotificação dos diagnósticos no país, já que cada vez menos pessoas buscam os testes. Segundo a Abrafarma, nas farmácias do país, a procura caiu 81% entre janeiro e março deste ano. No entanto, eles afirmam que ainda não é um cenário para maiores preocupações e chamam atenção para a importância de se intensificar a cobertura vacinal com a dose de reforço.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.928 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.