29.7 C
Rio Branco
27 maio 2022 10:11 am

Dupla acusada de esquartejar jovem de 14 anos em ‘tribunal do crime’ no AC é condenada a 60 anos

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 07/05/2022 08:49

A Justiça acreana condenou Camila Cristine de Souza Freitas e José Natanael Aquino Duarte pela morte da jovem Késia Nascimento da Silva, ocorrida em janeiro de 2020. Juntas, as penas dos réus somam mais de 60 anos.

Conforme a denúncia do MPAC, a vítima integrava uma organização criminosa e vinha estreitando relações com pessoas da facção rival. Diante da guerra travada entre os dois grupos pelo domínio do tráfico de drogas e outros delitos graves, os faccionados resolveram submetê-la ao julgamento do “quadro resumo disciplinar” da facção.

Ela foi levada até a presença dos executores do crime, e depois até a margem do rio Acre, onde foi decapitada e esquartejada. Camila Cristine foi apontada como uma das faccionadas que conduziram a vítima até o local, enquanto José Nataniel como um dos integrantes do “tribunal do crime”, que decidiu pelo assassinato de Késia.

A dupla foi condenada pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver, corrupção de menores e por integrar organização criminosa. Camila foi condenada a uma pena de 32 anos, 9 meses e 10 dias; José Natanael recebeu uma pena de 27 anos, 9 meses e 10 dias, todos em regime inicial fechado.

Dos denunciados pelo MPAC pela participação no crime, outros quatro foram julgados em dezembro de 2021 e condenados a penas que, somadas, chegam a mais de 110 anos de prisão. Dois ainda serão julgados e uma está desaparecida.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.958 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.