17.3 C
Rio Branco
20 maio 2022 9:01 am

Petecão resgata projeto de Tião Viana e quer implantar voos internacionais no AC

Apesar de o aeroporto de Rio Branco ter status de internacional, só tem dois voos partindo da Capital: um para São Paulo e outro para Brasília

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 11/05/2022 08:45

O senador Sérgio Petecão (PSD) quer que empresas aéreas internacionais passem a atuar no Acre. Pelas redes sociais, Petecão disse que apresentou uma proposta no Senado que vai abrir oportunidades para que empresas aéreas estrangeiras possam atuar no estado que faz fronteira com outros dois países, Bolívia e Peru, e apesar de o aeroporto de Rio Branco ter status de internacional, só tem dois voos partindo da Capital: um para São Paulo e outro para Brasília. O objetivo do senador é que com a concorrência, os preços das passagens no Acre baixem.

Para isso, Petecão vai usar como base um projeto apresentado pelo ex-senador Tião Viana (PT). “A proposta é que as companhias aéreas internacionais possam vir para o país para abrir uma concorrência e a passagem baixar. Esse projeto é do ex-senador Tião Viana, quando ele estava no mandato, que inclusive está até arquivado. Mas nós temos que fazer alguma coisa. Esse projeto ajuda a trazer as empresas pelo menos para um diálogo”, contou Petecão.

Em 2017, o então governador Tião Viana se reuniu com representantes da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e levantou a possibilidade de uma empresa estrangeira realizar um voo direto entre Lima, no Peru, e Rio Branco, mas o projeto de fazer do Acre uma rota internacional nunca avançou.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.918 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.