23.3 C
Rio Branco
13 agosto 2022 1:09 am

Trabalhador é sequestrado no AC, obrigado a fazer saques em vários bancos e é salvo por um bilhete

POR ITHAMAR SOUZA, PARA O CONTILNET

Última atualização em 07/07/2022 07:14

Os monitorados por tornozeleiras eletrônicas, Francimar Braga da Silva, 28 anos, e Adão Oliveira dos Santos, 33, foram presos acusados pelos crimes de sequestro, extorsão e ameaça contra um trabalhador, na noite desta quarta-feira (6). A prisão aconteceu em uma loja de departamentos localizada na BR-364, no bairro Portal Amazônia, em Rio Branco.

Segunda informações dos Policiais Militares do Rádio Patrulhamento Motorizado (RPM), a vítima trafegava em um carro de cor preta pelo Bairro Recanto dos Buritis, quando foi abordada por quatro criminosos, que estavam fortemente armados. Após renderem o trabalhador, passaram a andar com a vítima por vários lugares de Rio Branco e obrigaram ele a sacar dinheiro em caixas eletrônicos.

A vítima ainda chegou a sacar R$ 500 que tinha em uma de suas contas bancárias e entregou aos bandidos. Não satisfeitos, dois dos quatros, seguiram com o sequestrado até uma loja de departamentos localizada na BR-364, no bairro Portal Amazônia. No local, forçaram a vítima a comprar um celular e outros objetos que totalizaram a quantia de R$ 3 mil.

Ao passar no caixa para pagar as compras, a dupla de criminosos ficou afastada e a vítima escreveu um bilhete que dizia para funcionária que ele estava sequestrado e que ela acionasse a Polícia Militar. A PM chegou rapidamente no local e, na saída da estabelecimento comercial, fez a abordagem e conseguiu prender os acusados que haviam sequestrado o homem.

Diante dos fatos, os monitorados foram encaminhados para a Delegacia de Flagrantes (Defla), juntamente com a vítima e o veículo da vítima, para prestar esclarecimentos e fazer a denúncia, para serem tomadas as medidas cabíveis.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.